Esportes

Santos paga rescisão ou faz acordo com todos os funcionários demitidos nos últimos meses

Gazeta
Gazeta Esportiva

3 de abril de 2021 - 06:00 - Atualizado em 3 de abril de 2021 - 06:15

O Santos pagou verbas de rescisão ou ao menos fez acordo com todos os funcionários demitidos nos últimos meses.

A atual gestão de Andres Rueda discutiu casos do ex-presidente Rollo e também os de profissionais desligados no atual mandato, iniciado em janeiro.

No fim dessa semana, a diretoria viu que todas as situações foram encaminhadas. As verbas trabalhistas menores foram quitadas à vista. Nos casos de salário maior, a solução foi acordo para pagamento em parcelas.

Há outros cenários anteriores e já na Justiça do Trabalho. O objetivo de Rueda e seus pares foi evitar processos, mas, principalmente, cumprir com a obrigação de pagar o que é devido a quem sai do clube.

Dias depois de assumir o Santos, Andres Rueda falou sobre a preocupação com dívida trabalhista e revelou que o total chegava perto de R$ 100 milhões. Gestões anteriores demitiram, não pagaram e os valores aumentaram nos tribunais.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.