Esportes

Santos cria ‘comitê’ e faz reuniões diárias para discutir sobre contas a pagar

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de janeiro de 2021 - 06:00 - Atualizado em 28 de janeiro de 2021 - 11:15

O Santos de Andres Rueda tenta colocar a casa em ordem. As contas são muitos e os problemas se multiplicam, mas o Peixe tem evoluído no aspecto financeiro.

O Peixe quitou dívidas com o elenco e fez acordo com o Atlético Nacional, da Colômbia. Outros débitos, porém, precisam ser renegociados e até elencados por ordem de prioridade.

Para saber o que há disponível e decidir sobre o que é ou não possível pagar, o Alvinegro tem reuniões diárias entre o presidente e os departamentos financeiro e jurídico.

“Conseguimos ter fluxo de caixa de um mês. Não é o ideal, o ideal é ter no mínimo um ano, mas o ótimo é inimigo do prático. Temos o fluxo de caixa e todo dia de manhã senta presidente, departamento jurídico e área financeira para discutir o que tem em caixa, as contas que precisam ser pagas, o que representa não pagar determinada conta e o que isso implica em juros e problema tributário. Decidimos isso nesse pequeno comitê”, disse Andres Rueda, em entrevista à Gazeta Esportiva.

A nova gestão do Santos assumiu oficialmente no início do mês. O mandato termina em dezembro de 2023.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.