Bastidores

Saiba quanto o Corinthians vai receber pela parceria com a Brahma

Parceria vai render ao clube um valor aproximado de R$ 5 milhões por um período de uma temporada, conforme apurou a Gazeta Esportiva.

Gazeta
Gazeta Esportiva
Saiba quanto o Corinthians vai receber pela parceria com a Brahma

7 de janeiro de 2021 - 05:00 - Atualizado em 7 de janeiro de 2021 - 20:45

A parceria entre Corinthians e Brahma, marca de cerveja do grupo Ambev, vai render ao clube um valor aproximado de R$ 5 milhões por um período de uma temporada, conforme apurou a Gazeta Esportiva.

Tanto a cúpula alvinegra quanto a empresa de bebida preferem não expor ao público o valor do contrato de maneira oficial. A prática de sigilo nestes casos é recorrente e sempre respeitada pelas duas partes pela influência que pode gerar em outras negociações.

Além de ações em redes sociais, o contrato prevê a participação da Brahma junto aos times masculino e feminino de futebol e na Neo Química Arena. Dentro do Parque São Jorge, a empresa terá exclusividade na venda de bebidas. A criação de latinhas personalizadas fazem parte do pacote.

Mais que isso, o Corinthians espera ter uma relação diferente com a Brahma, fugir do método tradicional de ir pouco além de uma exposição da marca perante ao depósito bancário.

José Colagrossi Neto, novo responsável pelo marketing corintiano, pretende aproximar a empresa do clube, fomentar ações em conjunto, promover interações com torcedores e jogadores neste sentido, e abusar das redes sociais.

O contrato foi bastante celebrado internamente e interpretado como um pontapé inicial de uma parceria que tem potencial para durar muitos anos e trazer cada vez mais retorno ao Corinthians, sem a necessidade de se ocupar um espaço no uniforme da equipe que vai a campo.

O acordo anunciado nesta quarta-feira também é visto, por pessoas do clube, como um importante cartão de visitas da nova diretoria para o mercado e, principalmente, para mostrar a abrangência que pode existir em uma relação entre clube de futebol e empresas que buscam propagar sua imagem.

Ainda no mês de janeiro, o Corinthians acredita que resolverá uma série de negociações que estão acontecendo tanto para renovar contratos quanto para conseguir novas receitas.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.