Esportes

Rony segue tratando lesão na coxa e desfalca o Palmeiras na Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

12 de julho de 2021 - 23:09 - Atualizado em 13 de julho de 2021 - 00:00

O Palmeiras terá um grande desfalque para as oitavas de final da Libertadores da América. Rony segue tratando uma lesão no adutor da coxa esquerda e, com isso, será desfalque diante da Universdad Católica, do Chile, conforme apurou a Gazeta Esportiva.

Além de perder o confronto de ida, marcado para às 19h15 (de Brasília) desta quarta-feira, em Santiago, o atacante também deve ficar de fora da partida de volta, no próximo dia 21, no Allianz Parque. Neste meio tempo, ainda há um embate contra o Atlético-GO, fora de casa, pela 12ª rodada do Brasileirão.

O camisa 7 já não ficou à disposição no clássico contra o Santos, neste sábado, pelo Nacional. Na ocasião, o Alviverde triunfou por 3 a 2. O seu último jogo foi na vitória de 2 a 0 sobre o Grêmio, no dia 7 de julho, quando atuou por cerca de 70 minutos.

“Ele é um jogador que necessita imprimir altas intensidades para o seu jogo prevalecer. Ele teve uma lesão de colateral medial no joelho, uma lesão que acabou não sendo incapacitante, mas acabou sendo um pouco limitante. O atleta vinha atuando com um pouco de incômodo na região, então fez com que o processo de treinamento dele e a utilização dos jogos fosse um pouco diminuída. Ele já estava no processo de restabelecimento, porém, houve uma lesão de adutor na coxa esquerda, que vai fazer com que ele tenha que se recuperar. Primeiro clinicamente para depois treinar, fazer todo o processo de transição. É uma perda, ainda mais visando esses jogos de Libertadores e sequência do campeonato brasileiro”, disse Daniel Gonçalves, coordenador científico do Palmeiras, em entrevista ao podcast Palmeiras 1, 2, 3, 4!.

Rony é um dos principais destaques do Palmeiras na temporada, sendo o vice-artilheiro do clube, com oito gols, apenas atrás do Willian, que tem nove. Além disso, ele é o segundo maior goleador do Verdão em Libertadores, com 11 bolas na rede, ao lado de Willian, Borja e Tupãzinho. Alex, com 12, lidera o ranking.

Em compensação, Abel deve contar com reforços para encarar os chilenos. Dudu e Deyverson, jogadores que não estavam na equipe durante a fase de grupos, podem pintar como novidades, assim como os zagueiros Michel e Pedrão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.