Esportes

Ronaldinho Gaúcho desembarca no Rio de Janeiro após liberação no Paraguai

O ex-jogador chegou ao Aeroporto de Galeão e não falou com a imprensa quando surgiu no saguão.

 

Gazeta
Gazeta Esportiva
Ronaldinho Gaúcho desembarca no Rio de Janeiro após liberação no Paraguai
(Foto: Reprodução/MP Paraguai)

25 de agosto de 2020 - 16:57 - Atualizado em 25 de agosto de 2020 - 20:11

Depois de 171 dias preso no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho foi libertado pela Justiça do país vizinho ao Brasil e desembarcou no Rio de Janeiro na tarde desta terça-feira (25). O ex-jogador chegou ao Aeroporto de Galeão e não falou com a imprensa quando surgiu no saguão.

De acordo com o juiz Gustavo Amarilla, que sentenciou a liberdade de Ronaldinho, o brasileiro “tem livre disponibilidade para viajar para qualquer país do mundo de sua escolha, mas ele deve nos avisar se vai mudar de endereço permanente”.

“A partir de agora, a medida cautelar de prisão está suspensa. (Ronaldinho) não tem nenhuma restrição a não ser o cumprimento da reparação do dano social”, completou o magistrado.

No dia 6 de março, Ronaldinho e seu irmão, Roberto de Assis, foram detidos em Assunção por conta da utilização de documentos falsos.

A Justiça local determinou que os irmãos permanecessem presos para que as investigações não pudessem ser atrapalhadas, e Ronaldinho e Assis passaram a ficar na Agrupación Especializada da Polícia Nacional, um presídio de segurança máxima na capital paraguaia.

Após um mês no local, os irmãos tiveram o pedido de prisão domiciliar aceito e passaram a ficar em um hotel de quatro estrelas no Paraguai, cumprindo isolamento também por conta da pandemia do novo coronavírus.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.