Bastidores

Romário explica porque escolheu o Coritiba: “Gosto muito de desafios”

Gazeta
Gazeta Esportiva
Romário explica porque escolheu o Coritiba: “Gosto muito de desafios”

9 de abril de 2021 - 14:40 - Atualizado em 9 de abril de 2021 - 15:00

Um dos destaques da campanha do Cuiabá em 2020, que marcou o primeiro acesso do clube à Série A, Romário optou por deixar o clube do Mato Grosso rumo ao Coritiba. Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, o lateral contou mais sobre sua decisão.

“Aceitei o projeto porque a camisa do Coritiba é pesada demais. E você poder fazer parte de um clube desse tamanho é algo que me chamou muito a atenção. Eu gosto muito de desafios, e o desafio de reconstruir o Coxa era muito maior do que continuar no Cuiabá. As pessoas julgam ‘ah, mas vai jogar a Série B’, e às vezes não entendem que não estou vestindo a camisa da Série B, e sim a do Coritiba”.

Se para o Dourado foi o primeiro acesso,para o jogador isso não é novidade. O lateral já tem muita experiência em subir de divisão, tanto que ganhou o apelido de Rei dos Acessos. O atleta subiu três vezes, com o Atlético-GO em 2016, Ceará em 2017 e Cuiabá em 2020.

“Isso é um rótulo que estão colocando, mas não é isso. É fruto de muito trabalho. Eu chamo de pé quente. Então que eu possa estar com esse pé quente aqui também para conseguirmos o acesso (risos)”.

Foto: Reprodução

Mesmo que já tenha a experiência recente de voltar à primeira divisão com o clube do Mato Grosso, no Coxa a pressão é diferente. O Dourado não tinha tanta pressão por resultados como o Coritiba, um clube de maior torcida. Entretanto, foi isso que Romário buscou quando fechou com o alviverde: um novo desafio. E na opinião do lateral, o que pesa para o acesso no fim das contas é o grupo.

“Eu já vivi os dois lados da moeda. Subi pelo Atlético-GO que não tinha obrigação, e de subir e pelo Ceará, que tem uma pressão maior, é um time de massa. Você jogar num Cuiabá ou Atlético-GO, sendo o patinho feio, é muito mais fácil, porque vai comendo pelas beiradas. Quando você vai ver já está lá em cima. Por outro lado, têm clubes como Coritiba e Ceará, que têm a obrigação de ganhar tudo. Mas o que todos têm em comum é o grupo bem feito, todo mundo querendo o mesmo objetivo”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.