Esportes

Rollo critica arbitragem em derrota: “Não vamos aceitar o resultado dessa forma”

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de outubro de 2020 - 20:38 - Atualizado em 25 de outubro de 2020 - 21:00

As decisões de Anderson Daronco foram muito criticadas pelo lado do Santos após a derrota deste domingo para o Fluminense, no Maracanã, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois do confronto, o Peixe publicou uma declaração do presidente Orlando Rollo, em que o dirigente reclamou da arbitragem e ameaçou ir à CBF.

“Só quero deixar bem claro que, a partir de agora, o Santos Futebol Clube tem presidente e tem Comitê de Gestão. Eu entendo que fomos prejudicados pela arbitragem. O dirigente não tem que fazer polêmica em gramado, polêmica em vestiário. Nada disso. Nós temos que reclamar e lutar pelos nossos direitos nas devidas esferas legais desportivas”, declarou.

Rollo ainda listou os lances que, segundo ele, prejudicaram o Alvinegro Praiano na partida. O mandatário citou os dois gols anulados, o carrinho de Hudson em Soteldo e uma suposta falta em Arthur Gomes.

“Tiveram quatro lances em que nos julgamos prejudicados e que interferiram diretamente no resultado. Não vamos aceitar o resultado dessa forma que foi hoje. O jogo se ganha dentro de campo, mas, no meu entendimento, o árbitro interferiu diretamente no resultado em virtude de suas interpretações. Com todo o respeito, no meu entendimento, foram errôneas. Principalmente nos dois gols anulados. Em um deles, o bandeira já estava até correndo para o meio de campo. Houve um lance em que o Arthur levou uma ‘mãozada’ no rosto. E tem o lance do Hudson em cima do Soteldo, que era para gerar uma expulsão direta. Vocês podem ver pelas imagens que foi um lance forte, mas gerou um simples cartão amarelo”, pontuou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.