Corinthians

Rogério Ceni diz que espera duelo complicado contra o Corinthians e fala sobre tabu

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de agosto de 2020 - 19:30 - Atualizado em 25 de agosto de 2020 - 20:00

Nesta terça-feira, o programa Gazeta Esportiva, da TV Gazeta, contou com a participação ao vivo de Rogério Ceni, técnico do Fortaleza. Perguntado sobre o confronto desta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), diante do Corinthians, na Arena de Itaquera, o comandante afirmou que espera um jogo “complicado”.

“Jogar contra o Corinthians é sempre difícil, no seu estádio é mais complicado ainda. Este campeonato está muito disputado, ponto a ponto. Apesar de ter um jogo a menos, o Corinthians tem a mesma pontuação que a gente. Nós viemos de uma sequência pesada, que foi interrompida nesse final de semana e deu para recuperar alguns jogadores para fazer um jogo mais parecido, já que fisicamente e tecnicamente a gente sabe que existe uma diferença entre Corinthians e Fortaleza. Mas, vamos tentar fazer um jogo igual nas nossas características, mesmo fora de casa, em busca da vitória”, declarou.

Rogério Ceni ainda falou sobre ausência de público devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, apesar de a partida disputada sem torcida ressaltar a “vivacidade do jogo”, o gramado da Arena Corinthians e a evolução do time alvinegro pós-paralisação vão dificultar a vida do Fortaleza.

“Lá é pesado de jogar, assim como no Allianz Parque. Primeiro que você enfrenta grandes times, de tradição, de camisa. Claro que, sem a torcida, você fica muito mais com o jogo, com a vivacidade do jogo. Agora, é um campo muito rápido, ligeiro, um gramado bem molhado, onde a bola corre muito rápido. O time do Corinthians vem crescendo, antes da pandemia vivia momento difícil. Tive a oportunidade de conversar com o Tiago na época. Depois reagiu, conseguiu as vitórias que precisava no Paulista, classificou, foi para uma final que, até certo ponto, ninguém esperava, já que estava praticamente eliminado, e vem em uma crescente”, disse o treinador.

O ex-goleiro também falou sobre o tabu que vive em duelos contra o Corinthians em Itaquera, onde nunca venceu. Em seus quase quatro anos de carreira na nova função, inclusive, ele ainda não conseguiu derrotar o Timão. Até o momento são sete confrontos, com quatro vitórias corintianas e três empates.

“É um belíssimo time, com ótimos jogadores, experientes. Mas, como gostamos de desafios, vamos lá tentar vencer o Corinthians pelo menos uma vez. Já é a segunda com o Fortaleza que eu vou e já fui umas três com o São Paulo, mas ainda não consegui uma vitória. Quem sabe o Fortaleza, dentro de sua limitações, não faz um jogo de igual para igual, como fez contra o São Paulo no Morumbi”, completou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.