Esportes

Reunião sobre liberação do futebol em Porto Alegre não resolve e decisão é adiada para sexta-feira

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de julho de 2020 - 16:44 - Atualizado em 30 de julho de 2020 - 17:00

A volta do futebol em Porto Alegre continua indefinida. Nesta quinta-fera, o prefeito Nelson Marchezan Jr. (PSDB) se reuniu com Romildo Bolzan, Marcelo Medeiros e Luciano Hocsman, presidentes de Grêmio, Internacional e Federação Gaúcha de Futebol respectivamente, mas a data de retorno de jogos na capital gaúcha não foi decidida.

“Conversei nesta tarde com os presidentes da FGF e da dupla Gre-Nal. Demonstrei para eles a minha preocupação com o aumento na ocupação dos leitos de UTI em 150% nos últimos dias. Quase 45% de todos os leitos da cidade estão ocupados por pacientes com covid-19. Concordamos que o momento é de cautela e de respeito com empresários e profissionais, principalmente da saúde. Não temos dúvida de que os clubes terão cuidado com a saúde dos jogadores e envolvidos nestes eventos”, escreveu o prefeito no Twitter.

Por conta da indefinição sobre o assunto, outra reunião foi agendada para esta sexta-feira.

“Nosso receio é que a liberação de jogos poderia passar a falsa mensagem para a população que não precisa mais se cuidar. Por este motivo seguiremos dialogando e vamos anunciar nesta sexta-feira (31), após nova reunião, a decisão para os jogos deste domingo”, comunicou Nelson Marchezan Jr.

As más condições dos gramados do interior gaúcho estão motivando a dupla Gre-Nal a desejarem o retorno do futebol em Porto Alegre. Os Centros de Treinamento Hélio Dourado, do Grêmio, e Morada dos Quero-Queros, do Internacional, são opções para a realização das partidas.