Esportes

Renato Portaluppi minimiza arbitragem e elogia postura do Grêmio: “Tomou conta do jogo”

Gazeta
Gazeta Esportiva

17 de outubro de 2020 - 23:49 - Atualizado em 18 de outubro de 2020 - 00:00

O empate sem gols entre São Paulo e Grêmio deste sábado, no Morumbi, foi marcado por muitas reclamações do time gaúcho sobre a atuação da arbitragem. No primeiro tempo, Pepê foi derrubado por Reinaldo próximo da grande área, enquanto Geromel pediu pênalti em mais um lance envolvendo o lateral-esquerdo do Tricolor paulista.

Após o confronto, o técnico Renato Portaluppi preferiu não comentar sobre a atuação do árbitro Rafael Traci e elogiou a postura do Tricolor gaúcho.

“Não cabe a mim falar da arbitragem. Temos aqui o vice-presidente Paulo (Luz), ele que vai se manifestar sobre a arbitragem. Eu tenho que falar sobre a minha equipe, da grande atuação que o Grêmio teve hoje diante de um poderoso São Paulo no Morumbi. Eu preparei uma estratégia que deu certo, a gente se perdeu um pouco só nos primeiros minutos, depois o Grêmio tomou conta do jogo, teve as melhores situações de gols”, afirmou.

Apesar do empate, Renato disse que ficou satisfeito com o desempenho gremista, principalmente em relação ao comportamento tático.

“Taticamente o time do Grêmio foi muito bem, praticamente não dando chances ao São Paulo. Dominamos 90% da partida. Sou pago para treinar a equipe e mandar os jogadores ao campo em busca da vitória, como aconteceu hoje. A vitória não aconteceu, mas eu fiquei satisfeito com o desemprenho da minha equipe”, disse.

Por fim, Renato Portaluppi ainda falou sobre sua relação com a arbitragem, além de elogiar o nível dos árbitros brasileiros.

“Sempre tratei o trio de arbitragem e o quarto árbitro com a maior educação, pode ver que eu não tenho cartão amarelo. Sempre me dirigi e conversei com eles numa boa. Eu não gosto de falar de arbitragem. A minha única bronca, eu sempre falo, é por conta do VAR, do árbitro de jogo não o ver o VAR. Mas eu continuo falando, temos grande árbitros no Brasil”, concluiu.