Esportes

Remo x Londrina: escalações, desfalques e arbitragem

Tubarão tem troca no comando técnico para tentar acesso, e Leão terá muitos desfalques por conta de surto de Covid-19.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais Vinícius Eira
Remo x Londrina: escalações, desfalques e arbitragem
Douglas Santos em ação no empate em 0 a 0 contra o Remo na estreia da segunda fase (Gustavo Oliveira/Londrina EC)

16 de janeiro de 2021 - 12:43 - Atualizado em 16 de janeiro de 2021 - 12:44

Na última rodada da segunda fase da Série C, o Londrina vai a Belém para enfrentar o Remo, que já garantiu uma vaga à Série B e está com um pé na final do Brasileiro. A primeira partida entre os dois, ainda em 2020, terminou em 0 a 0. Agora, o Tubarão precisa da vitória para ter chance de acesso. A bola rola neste sábado (16), às 17 horas, no Estádio Mangueirão.

E a matemática para o Tubarão é uma só: vencer o Remo fora de casa, onde a campanha é fraca – apenas uma vitória em 11 jogos –, e torcer por um tropeço do Paysandu, que enfrenta o Ypiranga em Erechim-RS. Qualquer outra combinação de resultado mantém o LEC na Série C. E o torcedor se apega em dois fatores para subir: primeiro que o Ypiranga ainda tem chances de subir, e vai para cima do Papão; depois, um surto de Covid-19 acometeu o Remo, e vai tirar seis jogadores, além do técnico Paulo Bonamigo, da partida.

Por outro lado, o histórico do confronto anima mais os torcedores Canarinhos e Bicolores, já que em novo jogos disputados entre Londrina e Remo, o Tubarão saiu vencedor em apenas dois, além de três empates e quatro derrotas. O último confronto foi nessa temporada, a pouco mais de um mês, na abertura da segunda fase, com um 0 a 0 no Estádio do Café.

Remo – Edson Gonzaga (auxiliar)

O que foi motivo de comemoração semana passada, se torna preocupação para essa e a próxima. Com os resultados do último sábado, o Remo garantiu o acesso antecipado e retornou à Série B após 13 anos. Mas tanto torcida, como parte do elenco, causou aglomeração na celebração pelas ruas de Belém, e o resultado apareceu rápido: sete casos confirmados de Covid-19. Além do técnico Paulo Bonamigo, o zagueiro Mimica, o lateral Marlon, os meias Gelson e Carlos Alberto e os atacantes Salatiel e Augusto estão de fora do jogo contra o Londrina e de uma eventual primeira partida da final, caso o Leão garanta a vaga.

Quem assume o comando técnico é o auxiliar técnico Edson Gonzaga. Para a vaga de Marlon, Lucas Siqueira deve ter uma oportunidade. Wallace e Eron disputam a vaga de Salatiel. Dudu Mandai segue tratando de uma lesão no bíceps femoral direito, e Gustavo Ermel rescindiu o contrato antes do fim da Série C.

Provável time: Vinícius; Rafael Jansen, Fredson e Lucas Siqueira; Charles, Júlio Rusch e Felipe Gedoz; Hélio Borges, Tcharlles e Wallace (Eron).

Desfalques: Paulo Bonamigo, Mimica, Marlon, Gelson, Carlos Alberto, Salatiel e Augusto (Covid-19), Dudu Mandai (lesão) e Ermel (rescisão de contrato).

Londrina – Silvinho Canuto

A principal novidade no Londrina é no comando técnico. Com o diagnóstico positivo de Covid-19 do técnico Alemão, o LEC apostou no auxiliar Warta contra o Ypiranga, mas o casamento não deu certo. Sérgio Malucelli expressou seu descontentamento e rapidamente se prontificou a chamar o ex-volante do Tubarão e técnico das categorias base Silvinho Canuto. O treinador é marcado por estar à frente do clube no rebaixamento em 2019, além do título Paranaense sub-19 no mesmo ano, e tem a chance de colocar o nome mais uma vez na história alviceleste com o acesso.

Mas Silvinho não deve fazer mudanças muito radicais, já que tem estilo semelhante ao de Alemão, e era auxiliar técnico do treinador no início da Série C. Ausências certas serão as de Marcel, que está suspenso, e Júnior Pirambu, que não terá seu contrato renovado e sequer viajou com o elenco. Celsinho, que cotado como titular, não treinou durante a semana toda, e é dúvida.

Provável time: Dalton; Gedeílson, Marcondes, Jeferson Silva e Rafael Rosa; Bidía, Jardel (Celsinho) e Adenílson; Douglas Santos, Igor Paixão e Carlos Henrique.

Desfalque: Marcel (suspenso).

Pendurado: Jeferson Silva.

Arbitragem:

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP). Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP). Quarto árbitro: Wasley do Couto Leão (PA).

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.