Esportes

Reinaldo reclama de revisão do VAR em gol impedido: “Passível de anulação do jogo”

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de novembro de 2020 - 21:31 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 23:45

O lateral-esquerdo Reinaldo deixou o gramado da Arena Castelão inconformado com a conduta da arbitragem. Isso porque aos 12 minutos do segundo tempo Pablo, impedido, balançou as redes. O auxiliar levantou a bandeira, porém, após revisão do VAR, o lance foi considerado normal, e a partida foi reiniciada.

De acordo com a regra, o árbitro não pode mudar sua decisão sobre qualquer lance após o jogo recomeçar. Depois de o Ceará dar o pontapé inicial, o VAR voltou a chamar o juiz Wagner do Nascimento Magalhães, revendo a decisão e concordando em anular o gol de Pablo.

“A reclamação é que o juiz autorizou o início, validando nosso gol, e depois volta atrás do nada. O VAR deu o gol, e depois ele foi procurar outra coisa. Não sei o que vai acontecer com esse jogo. Tenho certeza que nossa diretoria vai falar com a CBF, porque isso não pode acontecer. Isso é passível de anulação do jogo”, afirmou Reinaldo ao Premiere.

O lateral-esquerdo são-paulino também comentou sobre o fato de sua equipe novamente ter tropeçado na briga pela liderança do Brasileirão. Depois do empate em casa com o Vasco, também por 1 a 1, o Tricolor mais uma vez não conseguiu somar três pontos para pressionar o líder Atlético-MG.

“Sabíamos que era um jogo muito importante para a gente chegar na ponta da tabela, nossa equipe fez o jogo dela, tivemos oportunidades de fazer o segundo gol e o terceiro, infelizmente não conseguimos concluir em gol. Agora é descansar e trabalhar porque sábado temos um jogo muito importante contra o Bahia na casa do Bahia. Temos muitos jogos pela frente ainda para poder buscar a liderança”, completou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.