Campeonatos

Recusado por Ramírez, Palmeiras de Abel encara Independiente del Valle com técnico português

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de abril de 2021 - 08:00 - Atualizado em 27 de abril de 2021 - 08:15

Contratado para assumir o posto de Vanderlei Luxemburgo, Abel Ferreira fez história no Palmeiras com as conquistas da Libertadores e da Copa do Brasil e marcou seu nome no clube. Entretanto, antes de acertar com o português, a diretoria alviverde quase fechou com um ex-treinador do Independiente del Valle-EQU, adversário do Verdão nesta terça.

Após a demissão de Luxa, em outubro do ano passado, os dirigentes tinham como primeira opção o espanhol Miguel Ángel Ramírez, que na época estava no comando da equipe equatoriana. O técnico ganhou destaque com a conquista do título da Sul-Americana de 2019 e chamava a atenção pela forma com que fez o del Valle jogar.

O Palmeiras avançou nas negociações e chegou a enviar representantes da diretoria ao Equador para conversar com Ramírez e tentar contratá-lo. Porém, o comandante recusou a proposta pois não queria deixar o clube naquele momento.

Com a recusa, o Palestra passou a buscar outros nomes e acertou com Abel Ferreira. Já o treinador espanhol deixou o del Valle ao término da temporada passada e fechou com o Internacional. Para o seu lugar, os equatorianos contrataram o português Ricardo Paiva.

O comandante alviverde falou sobre o que espera para o confronto desta terça. Ele afirmou que o adversário é uma equipe que gosta de ter o controle da posse de bola e destacou os pontos positivos que Paiva trouxe ao time, mas enfatizou que o Verdão entrará em campo para ganhar com uma atuação de qualidade e jogando de forma agressiva.

“O del Valle tem uma identidade própria, não só de agora. É uma equipe que gosta de ter a bola. O treinador que está agora no Internacional, o Ramírez, teve muitos anos no clube. É uma equipe que tem por si só o gosto por ter a bola, tem muita posse de bola”, disse após a vitória sobre o Universitario-PER na última quarta.

“O treinador que está agora, o português (Paiva), trouxe, além da posse de bola, a verticalidade e o ataque em profundidade. Mas nós vamos buscar a vitória com qualidade de jogo, sendo agressivos ofensivamente e tendo muita gente chegando à área, independente se jogamos com três ou quatro jogadores”, completou Abel.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.