Corinthians

Quem tem contrato até dezembro com o Corinthians só vai ter futuro definido após a eleição

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de setembro de 2020 - 06:00 - Atualizado em 27 de setembro de 2020 - 06:30

O Corinthians vive um ano peculiar. Em 28 de novembro, os sócios do clube vão definir o presidente do próximo triênio.

E é por causa das eleições corintianas que a atual diretoria, comandada por Andrés Sanchez, tomou a decisão de não definir o futuro de atletas que têm contrato até o final de 2020.

Desta maneira, Mauro Boselli, Sidcley e Renê Júnior terão de esperar. Após o pleito, a ideia do atual mandatário é ouvir seu sucessor sobre os três casos.

Desde julho, a Gazeta Esportiva tem a informação de que não há a intenção do Corinthians em manter nenhum dos três atletas citados para a temporada 2021. Mas, a pandemia mudou um pouco o cenário de figura devido a extensão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil até fevereiro do ano que vem.

Os casos do argentino e do volante são mais simples pelo fato de ambos estarem ligados apenas ao clube do Parque São Jorge. Já o lateral esquerdo foi adquirido por empréstimo junto ao Dínamo de Kiev e o Timão ainda sequer pagou o que deve aos ucranianos.

A maior preocupação é não poder contar com Boselli e Sidcley no elenco justamente na reta final dos campeonatos. Renê Júnior não faz parte dos planos e tem treinado no CT Joaquim Grava apenas para manter a condição física enquanto busca um novo time.