Esportes

Procuradoria do STJD denuncia Felipe Melo por agressão física

Gazeta
Gazeta Esportiva

18 de novembro de 2020 - 17:33 - Atualizado em 18 de novembro de 2020 - 18:45

A Procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) denunciou Felipe Melo nesta quarta-feira, por suspeita de agressão física em lance da vitória do Palmeiras sobre o Vasco.

A denúncia está embasada no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê suspensão de quatro a 12 jogos em caso de condenação.

Segundo a Procuradoria, Felipe Melo aplicou uma “chave de braço” em Léo Matos, do Vasco. “O Denunciado extrapola a sua vontade, demonstra agressividade, usualmente se envolve em confusões e, não à toa, possui o apelido de Pitbull”, diz o texto, que também ouviu atletas de UFC sobre o golpe.

Com as pautas da próxima semana já definidas, Felipe Melo deve ser julgado apenas na primeira semana de dezembro. O jogador lesionou o tornozelo e não joga mais nesta temporada.

Confira o artigo em que Felipe Melo foi acusado:

Art. 254-A. Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente.

§ 1º Constituem exemplos da infração prevista neste artigo, sem prejuízo de outros:

I – desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido;

PENA: suspensão de quatro a doze partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de 30 a 180 dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.