Esportes

Pressão sobre Luxa volta a aumentar, e técnico estuda retomar “jogo feio” por resultados

Gazeta
Gazeta Esportiva

11 de outubro de 2020 - 07:00 - Atualizado em 11 de outubro de 2020 - 07:30

As derrotas consecutivas contra Botafogo e São Paulo pelo Campeonato Brasileiro fizeram a pressão sobre Vanderlei Luxemburgo novamente aumentar no Palmeiras. Cobrado, o técnico já estuda a possibilidade de retomar o que ele próprio chamou de “jogo feio” para conseguir resultados.

“Tomei muita pancada porque o time jogava feio. Tem que saber se eu tenho equipe para jogar bonito. Isso é uma coisa que precisamos analisar. Se for para fechar o time e jogar pelo resultado, o torcedor vai ter que entender que precisa ser feito. Precisamos de regularidade. Não podemos fazer dois jogos bons e, depois, dois ruins”, disse.

Durante o Campeonato Paulista, primeiro torneio após a retomada do futebol, o Palmeiras jogou de maneira pragmática e Luxemburgo chegou a armar o meio de campo apenas com volantes. Com dois empates nas finais, o time alviverde bateu o Corinthians nos pênaltis e terminou com o título, mas não escapou de críticas pelo estilo.

“A gente vem tentando fazer com o que a equipe jogue mais para a frente, mas, para isso, você fica mais vulnerável. Estamos vendo que a coisa não tem funcionado como nós achamos que deveria. Então, precisa olhar com calma se é a melhor maneira que temos para jogar”, ponderou Luxa.

Com 22 pontos ganhos, o Palmeiras ocupa a quinta colocação do Campeonato Brasileiro. Na Copa Libertadores, classificado de forma antecipada às oitavas de final, o time alviverde lidera o Grupo B com 13 pontos e ainda pode terminar a primeira fase com a melhor campanha.

“Não podemos achar que tudo que fizemos até agora foi ruim por causa dessas duas derrotas”, lembrou Luxa. “É claro que eu quero que jogue bonito, como os times que sempre coloquei. Mas temos que analisar com calma o elenco e as possibilidades”, reiterou.