Esportes

Presidente do Grêmio banca permanência de Renato e diz não temer rebaixamento

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de outubro de 2020 - 14:06 - Atualizado em 13 de outubro de 2020 - 14:15

Apesar de ter conquistado o Campeonato Gaúcho e já estar classificado para as oitavas de final da Libertadores, a fase do Grêmio na atual temporada não é boa. O time está em 14º lugar no Brasileirão, apenas dois pontos a frente do primeiro time dentro do Z-4.

Contudo, segundo o presidente Romildo Bolzan, o Tricolor tem elenco para fugir dessa situação e, portanto, não é preciso temer um rebaixamento à Série B.

“Nenhum medo de ser rebaixado, nada de receio neste sentido. Temos elenco para fazer essa passagem de dificuldade momentânea. Tenho confiança que vamos chegar na Libertadores, o campeonato está aberto. Pode ter segurança que não seremos rebaixados. Elenco forte, comissão que domina o elenco. Vamos passar rapidamente por isso”, afirmou em entrevista ao canal oficial do Grêmio no YouTube.

Além disso, o mandatário fez questão de descartar qualquer rumor sobre uma possível demissão do técnico Renato Portaluppi, que está no cargo há mais de quatro anos.

“Nós chegamos onde chegamos por conta também do Renato, pelas posições e pelas garantia que ele nos deu na condição de clube. Continua exatamente a mesma coisa. Não vemos neste ambiente qualquer coisa que possa gerar uma saída do Renato. Se estamos em momento de dificuldade, neste momento também só o Renato pode tirar dele. Não pense que vamos fazer terra arrasada”, afirmou.

E para tentar auxiliar o comandante, Romildo não excluiu a possibilidade de novos reforços chegarem, como um atacante e um volante, setores que ele entende serem os mais carentes do Grêmio no momento.

“Talvez mais um meia, um volante e um centroavante. Isso equilibraria o nosso plantel hoje. E vamos ver o desempenho no time de transição também. Contratar jogadores iguais, não. Vão vir? Não sei. O mercado está dificílimo. Já estava difícil antes”, finalizou.