Botafogo

Presidente do Botafogo rechaça volta aos treinos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Presidente do Botafogo rechaça volta aos treinos

26 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 26 de maio de 2020 - 00:00

A liberação do retorno aos treinos provocou um racha entre os grandes clubes cariocas. O Botafogo se posicionou contra a retomada das atividades presenciais. Tanto que o presidente Nelson Mufarrej confirmou que o elenco seguirá com os trabalhos virtuais.

Presidente Nelson Mufarrej rechaçou a possibilidade de volta aos treinos no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Vitor Silva/BFR)

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, afirmou que conversou com a diretoria alvinegra, que teria aceitado a volta dos treinos. No entanto, Mufarrej rechaçou o fato e explicou o que houve na conversa.

“Não existe recuo por parte do Botafogo. Nada mudou no nosso entendimento. A nossa sugestão, em ligação do Carlos Augusto Montenegro ao Crivella, foi tão somente no sentido de haver uma data-base para a retomada dos treinos presenciais e jogos para o Carioca, sob protocolos. São projeções que estarão sob constante reavaliação. O Botafogo que decidirá o seu caminho. O nosso retorno aos treinos está indefinido, não temos data”, disse ao Globoesporte.com

Crivella anunciou a liberação no domingo, em reunião que não contou com representantes alvinegros. No dia seguinte, a Ferj realizou arbitral para alinhar a volta do Campeonato Carioca. Botafogo e Fluminense emitiram nota oficial conjunta e pedem a impugnação do arbitral.

Mufarrej adiantou que o elenco do Botafogo não vai retornar as atividades no Nilton Santos na próxima segunda-feira, data estipulada por Crivella para a liberação dos treinos.

“Continuaremos sendo criteriosos na análise da curva da pandemia e na preservação dos nossos. Não retornaremos no dia 1º de junho, mesmo que os demais o façam. Estamos firmes em nossas posições, defendendo que toda decisão estará condicionada ao andamento da situação com o intuito de respeitar a vida de seus jogadores, funcionários e familiares “, declarou.

Com isso, os alvinegros seguem com os treinos virtuais até segundo ordem. Os dirigentes ameaçam não disputar o restante do Campeonato Carioca.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.