Corinthians

Preparador físico avalia período sem jogos do Corinthians: “Sempre tem o que agregar”

Gazeta
Gazeta Esportiva

10 de janeiro de 2021 - 22:22 - Atualizado em 10 de janeiro de 2021 - 22:45

O Corinthians estreia em 2021 na próxima quarta-feira, diante do Fluminense, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto será o primeiro do Timão após 16 dias, já que o clube entrou em campo pela última vez no dia 27 de dezembro, quando venceu o Botafogo por 2 a 0.

Em entrevista exclusiva ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, neste domingo, Flávio de Oliveira, preparador físico do Corinthians, explicou que o período sem jogos tem sido bem utilizado pelo técnico Vagner Mancini, que quer deixar a equipe preparada para a reta final da temporada.

“A gente está aproveitando bem, sempre tem o que agregar, independente dos resultados e das vitórias. Sempre dá para pegar algo físico, tático, técnico ou de foco. Mas é um momento bacana e importante”, revelou.

Flávio de Oliveira foi contratado pelo Timão em outubro de 2020 para o lugar de Anselmo Sbragia, que se transferiu para o Cruzeiro. Desde a chegada do preparador físico, o clube do Parque São Jorge disputou 12 partidas, sendo seis vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas. Após passar algumas rodadas perto da zona de rebaixamento, o Alvinegro está na 10ª colocação do Brasileirão, com 39 pontos, e almeja uma vaga na próxima Libertadores

“Quando nós chegamos, o Corinthians não estava em uma situação confortável dentro da competição. Com o trabalho de todo mundo, do clube, staff e atletas, a gente está criando uma situação diferente. Sabemos que é difícil, o Campeonato Brasileiro é muito competitivo, duro, mas a gente criou essa expectativa bacana dentro do dia a dia, e vamos lutar até o último jogo da competição”, afirmou Flávio.

Por fim, o preparador físico corintiano ainda falou sobre suas preleções antes dos jogos. Nas redes sociais, Flávio de Oliveira ficou conhecido pela torcida alvinegra por suas palavras motivacionais minutos antes do Corinthians entrar em campo.

“Eu sou assim. Esse momento, para mim, é único. A gente se prepara durante a semana toda. São vários dias e horas de concentração, longe da família. Nesse momento que antecede o jogo, procuro passar coisas boas, positivas. É sempre bom ganhar, ainda mais no Corinthians”, concluiu.