Esportes

Prata em 2016, Felipe Wu fica de fora da final do tiro de 10m em Tóquio

Gazeta
Gazeta Esportiva

24 de julho de 2021 - 02:29 - Atualizado em 24 de julho de 2021 - 04:30

Uma das esperanças de medalha para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Felipe Wu foi eliminado na fase qualificatória da pistola de ar de 10 metros e deu adeus à disputa. Ele havia conquistado a prata no Rio de Janeiro, em 2016.

Para avançar à final da modalidade, Felipe precisava ter ficado entre os oito melhores da fase eliminatória. No entanto, o brasileiro ficou na 32ª colocação dentre os 36 atletas que estavam na disputa.

Apesar do resultado negativo, Felipe se mostrou tranquilo após a prova, lembrando de todas as dificuldades que envolvem o contexto desta edição olímpica.

“A minha tranquilidade vem do fato de que eu fiz tudo que poderia fazer em todo os momentos. Depois da Copa do Mundo de 2019 no Rio, as pessoas nem contavam mais com o meu nome nos Jogos Olímpicos, mas eu aproveitei o ano passado, com todas as dificuldades por causa da pandemia, me esforcei e consegui classificar. Mesmo depois, continuei me dedicando ao máximo. Então, isso me deixa tranquilo porque tenho certeza que fiz tudo que estava ao meu alcance”, afirmou o atleta.

“Os resultados da classificatória foram baixos, o que mostra que houve uma dificuldade, talvez pela falta de competições ou pelas restrições. Mas, é lógico, na hora da competição nem pensei nisso. Foi uma competição difícil, dura exaustiva. Não fiz bons treinos no Japão e esperava estar em um nível técnico melhor. A cada tiro tentei me forçar ao máximo para ter um bom resultado, mas infelizmente não foi o suficiente. Me esforcei muito”, completou.

Em 2016, Felipe Wu ficou na segunda posição geral e levou a prata nos Jogos Olímpicos realizados no Rio de Janeiro. A medalha foi a primeira conquistada pelo Brasil naquela edição.