Esportes

Portugueses e brasileiros se destacam no Dakar após dia de descanso

Gazeta
Gazeta Esportiva

10 de janeiro de 2021 - 23:41 - Atualizado em 11 de janeiro de 2021 - 00:00

Após um sábado de descanso, o Rally Dakar retornou neste domingo. O início da segunda metade da competição realizada na Arábia Saudita levou a caravana de Ha’il até Sakaka, onde apenas pilotos e navegadores podem fazer a manutenção do equipamento e, mesmo assim, sem peças externas. Durante o percurso de 737 quilômetros, sendo 453 cronometrados, pilotos brasileiros e portugueses se destacaram, especialmente entre os UTVs e SSVs.

Na categoria T4, Reinaldo Varela e Maykel Justo (Can-Am Maverick X3/Monster Energy Can-Am) ficaram com a terceira posição, depois de ter liderado boa parte da etapa. O resultado confirmou a sexta posição da dupla na classificação geral, liderada por seus companheiros de time Aron Domzala e Maciej Marton.

Já os mais rápidos na especial foram Francisco ‘Chaleco’ López e Juan Latrach (Can-Am Maverick X3). Austin Jones e Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3/Monster Energy Can-Am) terminaram em sexto, mas mantêm a vice-liderança da prova. Lourenço Rosa e Joaquim Dias (Can-Am Maverick X3) concluíram na sétima posição (10º na soma das etapas).

A espanhola Cristina Gutiérrez (Overdrive OT3) venceu mais uma vez na T4, liderada por seu companheiro de equipe Seth Quintero. Rui Carneiro e Filipe Serra (Can-Am Maverick) garantiram uma positiva sexta posição e agora estão em nono na geral.

Nas motos, o atual campeão Ricky Brabec levou o estágio com a CRF 450 Rally do Team Monster Energy Honda. Seu companheiro Juan Ignacio Cornejo é agora o novo líder, apenas um segundo à frente do australiano Toby Price (KTM).

Já Joaquim Rodrigues conseguiu mais uma vez estar entre os 10 primeiros colocados com a Hero 450 Rally da Hero MotoSport. Com a nona posição no dia, o piloto figura em 16º no quadro geral.

Rui Gonçalves (Sherco 450 RTR/Sherco Racing Factory) foi o 22º da etapa e no acumulado é o 26º, enquanto o alemão radicado em Portugal Sebastian Bühler (Hero 450 Rally/Hero MotoSport) concluiu a primeira parte da Maratona em 23º – mantém a 21ª posição na soma.

Nesta segunda-feira, a caravana sai de Sakaka em direção a Neom. Serão 375 quilômetros cronometrados às margens do Mar Vermelho, onde finalmente as equipes de apoio voltam a prestar assistência aos competidores.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.