Corinthians

Por dívida com empresa de marketing, Corinthians tem contas bancarias e bens bloqueados pela justiça

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de setembro de 2020 - 12:53 - Atualizado em 25 de setembro de 2020 - 13:15

O Corinthians sofreu um bloqueio nas contas bancárias no valor de R$ 441 mil por uma decisão judicial anunciada nesta sexta-feira, decretada pela juíza Adriana Cardoso dos Reis, da 37ª Vara Cível de São Paulo.

Segundo informação do jornalista Carlos Petrocilo, da Folha de S. Paulo, a justiça também penhorou dois veículos do clube, que ainda pode apresentar recurso.

O processo em questão, que tramita desde abril de 2017, envolve a empresa B2F Marketing Esportivo, que cobra um valor sobre a venda do meia Matheus Pereira, cria do Timão, negociado em 2016 com o Empoli da Itália.

A B2F alega que tem direito a 15% dos 2,4 milhões de euros (R$ 8,6 milhões) pagos pelos italianos, e considerando os juros e correção monetária esse débito seria de R$ 474 mil.

O Empoli havia prometido depositar o valor em uma parcela de 1 milhão de euros no ato, e mais duas outras de 700 mil euros cada, primeiro em abril e depois em dezembro de 2017. Porém, como informou a B2F à Justiça, esse montante só foi quitado em outubro de 2019.

No ano passado, o mesmo processo já havia resultado em um bloqueio de contas do Alvinegro, no valor de R$ 8,8 mil. A empresa ainda aguarda o recebimento dinheiro.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.