Futebol

Pochettino garante Neymar e Icardi entre relacionados para clássico

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de outubro de 2021 - 12:32 - Atualizado em 23 de outubro de 2021 - 12:45

Olympique de Marselha e Paris Saint-Germain se enfrentam neste domingo, às 15h45 (de Brasília), pela 11ª rodada do Campeonato Francês. O técnico Mauricio Pochettino confirmou o retorno de Neymar e Icardi aos relacionados. Os dois jogadores estarão à disposição no clássico, depois de ficarem fora da partida da Liga dos Campeões contra o Leipzig (o brasileiro por problemas musculares, e o argentino por questões particulares).

“Neymar está disponível e vai estar no elenco. Icardi é um jogador muito forte mentalmente e treinou conosco. Ele tem o apoio do presidente e de toda a equipe. Ele também está disponível para o grupo amanhã (domingo)”, disse Pochettino em entrevista coletiva.

Sem poder contar com Paredes, Sergio Ramos e Sergio Rico, o treinador ponderou uma partida difícil, ainda mais por ser fora de casa. “Obviamente vai ser um jogo complicado porque o ambiente está contra nós. Nos conhecemos bem, será uma partida especial. Jogamos pelos três pontos, mas também pelo orgulho, pela alegria. Vai ser um jogo difícil porque o Marselha é uma equipe muito boa. Ganhar a partida é o principal. Não pensamos em outro resultado”, analisou o treinador.

O PSG atualizou os jogadores que estão no Departamento Médico neste sábado. O volante Leandro Paredes lesionou o quadríceps direito no último jogo com a seleção argentina e segue em tratamento. O zagueiro Sergio Ramos continua o treinamento individualizado e deve retornar aos trabalhos coletivos nos próximos dias. O goleiro Sergio Rico, por sua vez, sentiu uma torção no polegar da mão esquerda durante o treinamento deste sábado e tem previsão de retorno na próxima semana.

O time comandado por Pochettino vem de duas vitórias. A primeira, dia 15 de setembro, foi contra o Angers por 2 a 1, pelo Francês. Na última terça, superou o RB Leipzig na Liga dos Campeões por 3 a 2.

“Cada equipe tem sua dinâmica. Quanto a nós, as vitórias frente ao Angers e ao Leipzig foram boas para o grupo e permitiram-nos manter as nossas primeiras posições nas tabelas. Essas partidas, que vivi como jogador e depois como treinador, são diferentes. Cada uma tem sua história”, disse o comandante.

“O Olympique é uma equipe agressiva, vertical, que busca profundidade rapidamente, o que acelera a recuperação da bola. Esperamos poder impor nosso estilo nesta partida. Acho que cada clássico tem sua própria história, sua vida, suas emoções, através da cultura de diferentes países e diferentes equipes. Cada um é especial. Nós sabemos disso e queremos vencer. É por isso que jogamos essas partidas”, completou Pochettino.