Esportes

Pikachu celebra fim de jejum pelo Vasco: “Para extravasar”

Gazeta
Gazeta Esportiva

10 de janeiro de 2021 - 23:13 - Atualizado em 10 de janeiro de 2021 - 23:30

Yago Pikachu voltou a balançar as redes com a camisa do Vasco. Nos acréscimos da vitória sobre o Botafogo, neste domingo, em São Januário, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o camisa 22 foi derrubado na área e sofreu pênalti. O próprio pediu para bater e converteu.

Foi um gol duplamente especial. Pikachu chegou ao centésimo tento na carreira e acabou com uma seca de um ano sem marcar. Em primeiro lugar, ele valorizou a equipe pelo triunfo.

“Tenho enaltecer a equipe pela vitória. O gol é consequência do que a gente apresenta em campo. Lutamos, soubemos sofrer. Segundo tempo o Botafogo, em certos momentos, pressionou. A equipe se comportou bem, da maneira que o nosso treinador gosta. E o gol é realmente para extravasar, mais de um ano sem marcar, muita cobrança, pessoal, eu me cobro bastante. Passei por um momento complicado, mas nunca deixei de trabalhar. O gol é consequência. Pedi a bola para o Cano e ele me deu a bola com maior carinho. Agradecer a todos pelo resultado, principalmente”, declarou Pikachu.

Pikachu não marcava desde a última rodada do Campeonato Brasileiro de 2019, no dia 8 de dezembro. Ele fez o gol no empate com a Chapecoense. O gol dá moral para a reta final da temporada.

O jogador vascaíno ainda explicou a discussão que teve com Leandro Castán no segundo tempo, após um ataque do Botafogo. Segundo o camisa 22, a cobrança foi natural, de quem quer vencer.

“Cobrança. Tem de ter cobrança. Muita gente falava, quando estava a gente estava naquele momento, que a gente não se cobrava. Muito pelo contrário. A gente se cobrava muito nos treinamentos e no vestiário. Ali foi uma discussão de jogo, que ele me cobrou que estava dando condição, mas eu vi Henrique dando o bote, não tinha como dar tempo de eu sair que o Henrique estava dando condição. Foi uma discussão que acaba ali mesmo e no vestiário a gente comemora todo mundo juntos”, acrescentou.

Com a vitória sobre o Botafogo, o Vasco pulou para a 15ª colocação, com 32 pontos, três a mais do que o Bahia, primeiro time na zona de rebaixamento do Brasileiro. O Gigante da Colina volta a campo no sábado e recebe o Coritiba, às 21h, em São Januário.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.