Bastidores

Peres fala em acordos e reclama de comparações do Santos com Cruzeiro: “Bem diferente”

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

22 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 22 de maio de 2020 - 00:00

O presidente do Santos, José Carlos Peres, mostrou otimismo por acordo de dívidas e o fim de processos na Fifa. Os casos mais relevantes são os de Cleber Reis com o Hamburgo (ALE), Felipe Aguilar com o Atlético Nacional (COL), Soteldo com o Huachipato (CHI) e Luan Peres com o Brugge (BEL).

Peres falou em reuniões diárias e acerto por Soteldo com o clube chileno para pagar parte da compra combinada em 2019.

“Uma das dívidas, a maior de todas, é com o Hamburgo pela compra do Cleber Reis. Já tínhamos que ter pago 2,5 milhões de euros, mas vieram com uma multa absurda de um terço disso, além dos juros. Acertamos esse valor principal, vamos pagar, e estamos arrumando forma de emprestar jogador para pagar multa e juros. Tivemos reunião ontem e hoje e caminha para uma solução. E temos os débitos com Atlético Nacional e Brugge e a do Soteldo, que acertei acordo com o Huachipato e vão retirar da Fifa”, falou o presidente, ao Bandsports.

O mandatário santista aproveitou para reclamar das comparações com o Cruzeiro, que foi punido e começará a Série B com seis pontos a menos. 

“Se acertarmos, e estamos acertando, limpamos e ficamos tranquilos. Nossa situação é bem diferente do Cruzeiro, mas querem comparar, dizem que o Cruzeiro é o Santos de amanhã. É gente que não sabe e quer criticar sem conhecimento. Quando vendermos (algum jogador), colocamos a situação em dia. Baque do Santos não é tão grande como de outros times com folha absurda”, concluiu.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.