Esportes

Peres explica contratação de Lucas Braga no Santos: “Os caras não dão valor”

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de janeiro de 2021 - 08:00 - Atualizado em 29 de janeiro de 2021 - 13:15

O pai de Lucas Braga comentou à Gazeta Esportiva sobre a contratação do Santos ter sido praticamente por engano, com um acordo feito de uma hora para outra no escritório do Peixe em São Paulo.

Presidente à época, José Carlos Peres explicou a situação e pediu valorização ao atacante.

“Os caras não dão valor mesmo. Miguel Calluf, que também é empresário do Luiz Felipe, me disse que conseguiria o Lucas Braga. Obviamente, nem acreditei. O vi jogando pela Luverdense contra o Santos na Copa do Brasil. E ele fez partidas muito boas. Não contratamos por acaso, foi muito bem pensado. Menino muito humilde, obediente taticamente, dedicado, determinado. Só poderia dar certo mesmo com o Cuca, um técnico visionário. Veio sem custos em um pré-contrato que esperamos cinco meses e meio. Imagina quanto vale esse jogador hoje?”, explicou Peres, à reportagem.

“Sampaoli se negou a dar chances. No dia em que se apresentou ao Santos, Andreta (Gabriel, ex-gerente) disse que ele não seria utilizado e podia procurar clube. Mandou treinar com o sub-23. Eu soube o que aconteceu e virei uma fera. Para não azedar o ambiente, emprestamos à Internacional de Limeira, onde crescer muito com Elano. Aliás, Elano será um dos melhores treinadores do Brasil em poucos anos. O Santos precisa dar força a esse guri. Contrato vencendo em pouco mais de um ano e um punhado de clube atrás dele”, completou o ex-presidente.

Lucas Braga tem contrato até 31 de maio de 2022. Ele recebe o menor salário dentre os titulares, mas nem pensa em sair. Seus representantes esperam a valorização nos próximos meses.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.