Bastidores

Peça-chave com Aguirre, Rojas se recupera, mas não ganha espaço com Diniz

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de janeiro de 2021 - 05:00 - Atualizado em 28 de janeiro de 2021 - 16:15

Joao Rojas superou duas sérias lesões no joelho direito para voltar aos gramados. Peça-chave do time comandado pelo técnico Diego Aguire, em 2018, brigando pelo título brasileiro naquela edição do torneio, o atacante equatoriano já deixou os problemas físicos para trás, mas não vem convencendo Fernando Diniz de que merece uma nova oportunidade com a camisa do São Paulo.

Joao Rojas voltou a treinar com o restante do elenco tricolor logo após a vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO, no primeiro turno do Brasileirão, em outubro do ano passado. De lá para cá, se passaram mais de três meses, período suficiente para que o atacante pudesse se recondicionar fisicamente e se readaptar à carga de treinamentos no São Paulo.

Depois de perder Antony ao fim do primeiro semestre de 2020, o São Paulo se tornou carente de jogadores de velocidade no elenco. Sem muita profundidade, o time comandado por Fernando Diniz vem sofrendo nos últimos jogos para furar o sistema defensivo dos adversários, e Rojas poderia ser uma alternativa para a mudança do modelo de jogo que parece ter se tornado bastante previsível.

Relatos de quem participa diariamente da rotina do elenco atestam que Rojas, apesar de já estar recuperado e livre de qualquer problema físico, tem dificuldades para acompanhar o ritmo dos companheiros, consequência dos dois anos que ficou afastado dos gramados.

Nesta semana, o próprio empresário de Joao Rojas, Adrián Landucci, foi às redes sociais para falar sobre Joao Rojas, garantindo que o atleta está completamente recuperado das duas lesões que o obrigaram a passar por cirurgia no joelho.

“Muito feliz que nosso atleta Joao Rojas está 100% à disposição do SPFC. Está preparado física e mentalmente, esperando apenas que o corpo técnico dê uma oportunidade para Joao ajudar o SPFC em campo”, escreveu o agente.

Apesar de já ter sido relacionado para algumas partidas desde que se recuperou de lesão, Joao Rojas passou a ficar de fora da lista de Fernando Diniz nas últimas rodadas, em que teve apenas Paulinho Boia e Toró como opções de velocidade para o ataque.

Como seu contrato terminaria em dezembro de 2020, Rojas estendeu seu vínculo com o São Paulo até o final do Campeonato Brasileiro, que termina dia 24 de fevereiro, com opção de renovação automática caso o atleta participasse de 40% das partidas, o que não aconteceu de junho do ano passado até agora.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.