Bastidores

Paulo Garcia decide não manifestar apoio a candidatos e eleva expectativa por eleição no Corinthians

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de outubro de 2020 - 06:00 - Atualizado em 14 de outubro de 2020 - 06:15

O clima no Parque São Jorge esquentou nesta terça-feira. Os candidatos à presidência do Corinthians para a eleição deste ano deixaram para inscrever as chapas em cima da hora.

Boa parte da expectativa criada durante todo o dia se deu por conta da desistência de Paulo Garcia de concorrer ao pleito.

A partir deste momento, a luta para conquistar o apoio de Garcia nos bastidores foi intensa. O empresário chegou a receber proposta para formar uma coalizão com uma das chapas, mas declinou ao convite.

A Gazeta Esportiva apurou que, durante a noite, Paulo Garcia avisou seus aliados que não irá manifestar apoio a nenhum dos candidatos. Além disso, o experiente conselheiro deu total liberdade para que seus companheiros decidam em quem votar.

A posição de Paulo Garcia recebe atenção especial de todas as alas dentro do Parque São Jorge, porque o grupo que o tem como “homem de confiança” é um dos maiores e mais influentes entre os associados. A representatividade é de pelo menos três chapas inteiras, o equivalente a 75 candidatos ao Conselho Deliberativo.

Por conta deste cenário, muitas conversas ainda devem acontecer até 28 de novembro, quando os sócios corintianos vão definir o presidente do próximo triênio.