Esportes

Patrick nega ida à festa clandestina e manda recado: “Não é assim que se resolve as coisas”

Gazeta
Gazeta Esportiva

21 de junho de 2021 - 18:51 - Atualizado em 21 de junho de 2021 - 20:15

Na noite deste domingo, Patrick de Paula foi cercado por um grupo de torcedores do Palmeiras, que acusaram o jogador de estar em uma festa clandestina. Por meio de suas redes sociais, o meio-campista do Verdão nega essa versão e garante que estava em um restaurante.

Além disso, Patrick deixou claro que ficou incomodado com a postura dos palmeirenses, que cobraram de maneira ríspida o jogador no local.

“Vim me posicionar sobre o que ocorreu ontem. Falaram muitas coisas, que eu estava em balada clandestina na madrugada. Eu não estava em balada clandestina, estava em um restaurante com a minha namorada e amigos. Ontem, estava indo embora do local, fui pagar e o caixa estava muito cheio. Preferi voltar, para não ficar na aglomeração. Eu estava seguindo o protocolo, usando máscara e álcool em gel, estava fazendo tudo certo. Esperei esvaziar um pouco para poder sair”, afirmou Patrick.

“Quando eu saí, tinha um grupo de pessoas que falou bastante coisa, que poderia machucar familiares e outras pessoas. Agradeço desde já aos seguranças que me ajudaram, me deram todo o apoio para que eu pudesse sair dessa. Também queria mandar um recado para todos os que estavam ali: não é assim que se resolve as coisas. Eu sou muito contra a violência , quero deixar bem claro que tudo se resolve na conversa”, completou.

Pela manhã, o Palmeiras anunciou que Patrick receberá as mesmas sansões administrativas que foram aplicadas a Lucas Lima, que quebrou o protocolo de saúde do clube na última semana. O jogador revelado pela base está afastado das atividades do time por tempo indeterminado.

Por meio de sua assessoria, Patrick já havia se manifestado sobre o ocorrido na noite de domingo. O meio-campista pediu desculpas à torcida e afirmou que sempre respeitará a camisa do Verdão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.