Esportes

Palmeiras repudia ataques racistas relacionados a vídeo de lançamento da nova camisa

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de fevereiro de 2021 - 22:04 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2021 - 23:30

O lançamento do novo uniforme do Palmeiras suscitou ataques racistas em redes sociais. A campanha do Alviverde junto com a Puma, fornecedora de material esportivo, contou com atores negros vestindo a nova camisa quadriculada. Na noite desta sexta-feira, o Verdão se manifestou contra os comentários preconceituosos.

“Repudiamos os ataques racistas relacionados ao vídeo de lançamento da nova camisa. Atuamos firmemente no sentido de coibir quaisquer manifestações discriminatórias em nossas dependências, bem como, difundimos tais valores perante os torcedores e sociedade em geral. ‘O Palmeiras é de Todos’ é nosso posicionamento institucional. O clube tem 16 milhões de torcedores e não faz qualquer distinção de raça, religião, gênero ou classe social”, publicou o clube no Twitter.

Os comentários racistas no anúncio do Palmeiras foram denunciados pelo Observatório da Discriminação Racial no Futebol, perfil criado para monitorar e divulgar casos de racismo e ações afirmativas no futebol brasileiro.

“Agora toda propaganda da Puma tem chimpa com cabelo do fofão. Já dá para montar um próximo elenco do planeta dos macacos”, escreveu um usuário.

O novo uniforme será usado pelo Palmeiras a partir da final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, neste domingo. A campanha “Onde Quer Que Seja Verde” homenageia as casas palmeirenses e celebra a temporada vitoriosa do clube.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.