Esportes

Palmeiras foi finalista nas duas edições da Libertadores disputadas com técnicos estrangeiros

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de novembro de 2020 - 08:00 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 23:45

O português Abel Ferreira estreia na Copa Libertadores contra o Delfin às 19h15 (de Brasília) desta quarta-feira, contra o Delfin, no Estádio Jocay. Nas duas edições do torneio disputadas sob o comando de técnicos estrangeiros, o Palmeiras alcançou a final e acabou com o vice.

Em 1961, sob o comando do treinador argentino Armando Renganeschi, o Palmeiras foi o primeiro representante do Brasil a se classificar para a decisão da Copa Libertadores. O time alviverde, porém, acabou derrotado na final pelo tradicional Peñarol, do Uruguai

Na edição de 1968 do torneio continental, o Palmeiras iniciou sob o comando de Mario Travaglini, mas encerrou com o também argentino Alfredo Gonzalez. De volta à final da Copa Libertadores, a equipe brasileira caiu diante do Estudiantes, da Argentina, na partida desempate.

O Palmeiras disputou mais duas finais da Copa Libertadores, ambas com o gaúcho Luiz Felipe Scolari no comando. Em 1999, o time alviverde bateu o colombiano Deportivo Cali para ganhar seu único título e, no ano seguinte, acabou derrotado pelo argentino Boca Juniors.

Contratado para suceder Vanderlei Luxemburgo, Abel Ferreira já disputou a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o português estreia na Libertadores com o desafio de ser o primeiro treinador estrangeiro a conquistar o título pelo Palmeiras.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.