Esportes

Palmeiras e Santos travam clássico histórico em busca do título da Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de janeiro de 2021 - 19:00 - Atualizado em 29 de janeiro de 2021 - 22:15

Em busca da glória eterna, Palmeiras e Santos disputam a final Libertadores da América neste sábado, às 17h (de Brasília), no Maracanã. O clássico histórico será a quarta decisão da competição entre clubes do mesmo país e a primeira em final única.

As duas equipes foram protagonistas no torneio continental até aqui. Na fase de grupos, ambos os times foram donos das melhores campanhas, com 16 pontos conquistados em 18 disputados. Enquanto o Verdão anotou 17 gols e sofreu apenas dois, o Peixe balançou as redes adversárias dez vezes e foi vazado em cinco ocasiões.

Para garantirem vaga na final, os rivais também superaram grandes desafios. O Alvinegro praiano eliminou a LDU-EQU, com direito a vitória na altitude de Quito, goleou o Grêmio na Vila Belmiro e superou o Boca Juniors com autoridade nas oitavas, quartas e semifinal da Libertadores. Já o Alviverde venceu o Delfín-EQU duas vezes, derrotou o Libertad-PAR no Allianz Parque e contou com um atropelo no River Plate, fora de casa, para avançar até a decisão.

Outra semelhança entre os times é que os dois mudaram de técnico durante as campanhas. Atualmente treinado por Cuca, o Santos iniciou o torneio sob o comando do português Jesualdo Ferreira. O Palmeiras, por sua vez, tinha Vanderlei Luxemburgo durante os cinco primeiros compromissos da fase de grupos, mas avançou nos mata-matas com Abel Ferreira.

O Verdão vai entrar na decisão com força máxima. Apenas o atacante Wesley, que se recupera de cirurgia no joelho esquerdo, não estará à disposição. Capitão alviverde, Gustavo Gómez está recuperado de lesão na virilha esquerda e será titular. Já Patrick de Paula e Gabriel Veron, que sofreram com problemas musculares recentemente, deverão ser opções no banco de reservas.

“Cada jogo tem uma história, eu particularmente vou fazer o que sempre fiz. Preparar-me bem, os jogadores, estar atento aos detalhes. Não vou fazer o que não sei fazer, vou seguir os mesmos rituais, vou acreditar em quem tem de acreditar, os jogadores. Temos de ser fieis a nossa forma de atacar, de defender. Não há outra forma, é a nossa identidade. Do outro lado vai ter um rival que vai querer o quanto nós. Que no final possamos seguir o plano de jogo e no final sermos vencedores. É um jogo só, nosso objetivo além de chegar é chegar e ganhar”, disse Abel Ferreira em coletiva.

O Santos, por outro lado, terá três desfalques para a final, todos por lesão. As baixas, no entanto, já são conhecidas pela torcida alvinegra. São eles: Carlos Sánchez, Jobson e Raniel. Em compensação, o técnico Cuca ganhou um importante reforço. Recuperado da covid-19, o volante Alison foi liberado pela Conmebol para atuar na decisão e, portanto, fica à disposição.

Dessa forma, Cuca tem apenas uma dúvida para o jogo. Duas das principais revelações do Peixe na temporada, John e João Paulo brigam por uma vaga na meta santista. A tendência e que o comandante opte por John, que, após se recuperar do coronavírus, voltou a ser titular nos últimos dois jogos do time.

Em caso de vitória do Palmeiras no estádio do Maracanã, o Verdão se consagrará bicampeão da Libertadores. O primeiro titulo da equipe foi em 1999. Já o Santos tem a chance de se tornar o clube brasileiro com mais canecos do torneio continental. Até o momento, o Peixe tem três (1962, 1963 e 2011), empatado com Grêmio e São Paulo. Caso conquiste o tetra, o Alvinegro Praiano se iguala a Estudiantes e River Plate, ambos da Argentina.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS X SANTOS

Local: Maracanã, Rio de Janeiro, RJ

Data: 30 de janeiro de 2021, sábado

Hora: 17h (de Brasília)

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)

Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Diego Bonfa (ARG)

VAR: Mauro Vigliano (ARG)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Rony e Luiz Adriano.

Técnico: Abel Ferreira

SANTOS: John (João Paulo), Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca, Marinho e Lucas Braga; Soteldo e Kaio Jorge.

Técnico: Cuca

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.