Bastidores

Palmeiras bate Petrolina e garante vaga na segunda fase da Copinha

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Palmeiras bate Petrolina e garante vaga na segunda fase da Copinha

5 de janeiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 5 de janeiro de 2020 - 00:00

O Palmeiras garantiu presença na segunda fase da Copa São Paulo na tarde deste domingo. No Estádio da Fonte Luminosa, o time comandado pelo técnico Wesley Carvalho ganhou por 2 a 0 do Petrolina, resultado suficiente para assegurar a classificação de forma antecipada.

Ferroviária e Palmeiras têm os mesmos seis pontos ganhos em duas partidas disputadas pelo Grupo 17 da Copinha e já estão na segunda fase – o time do interior lidera por levar vantagem no salto de gols. Petrolina e União Rondonópolis, zerados, acabaram eliminados.

A terceira e última rodada do Grupo 17 da Copa São Paulo será disputada nesta quarta-feira, no Estádio da Fonte Luminosa. Às 19h15 (de Brasília), o Petrolina entra em campo para encarar o União Rondonópolis. Às 21h30, é a vez do Palmeiras duelar com a local Ferroviária na briga pela liderança da chave.

O Jogo – O Palmeiras conseguiu inaugurar o marcador logo aos 4 minutos do primeiro tempo no Estádio da Fonte Luminosa. O arisco Marcelinho cruzou da esquerda e Fabrício, livre de marcação no meio da área, subiu para cabecear de maneira sutil diante do goleiro Leanderson.

O Petrolina enfim criou sua primeira oportunidade clara na metade da etapa inicial. Após escanteio cobrado pela direita, a bola ficou limpa para chute ruim de João Victor. Danilo cabeceou para trás e, na sobra, Gabriel Bonfim chutou para boa defesa do goleiro Magrão.

O time alviverde aumentou a vantagem aos 43 minutos do primeiro tempo, quando já chovia em Araraquara. Em boa trama do ataque, Ramon recebeu pela direita e cruzou. Nogueira cabeceou para o meio e Gabriel Silva desviou. Fabrício, oportunista, completou para o gol.

Dominado no primeiro tempo, o Petrolina voltou a chegar com perigo logo no começo da etapa complementar. Em cobrança de falta pela direita, Anderson levantou na área. Após bate-rebate, Gabriel Bonfim ficou com a sobra e bateu para boa defesa de Magrão.

Pouco depois, Gabriel Silva invadiu a área pela direita e tentou driblar o goleiro Leanderson, que conseguiu se recuperar e tocar para escanteio. Em vantagem no marcador, o Palmeiras procurou trocar passes no campo de ataque e diminuiu o ritmo.

Com o decorrer da partida, os técnicos Wesley Carvalho e William Lima passaram a fazer suas alterações. O gramado, comprometido pela chuva no começo do segundo tempo, melhorou na parte final, mas o placar permaneceu inalterado. Nos acréscimos, Leanderson ainda fez grande defesa em finalização de Lucas Cordeiro.