Esportes

Ônibus da Ponte Preta é atacado e atletas apresentam ferimentos

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de abril de 2021 - 08:40 - Atualizado em 27 de abril de 2021 - 09:00

O ônibus da Ponte Preta foi alvo de ataques de torcedores na noite de segunda-feira, após a equipe ser derrotada para a Inter de Limeira no Paulistão.

Segundo relatos de jogadores e do clube, pedras foram atiradas em direção ao veículo, quebrando vidros e deixando ferimentos em membros da delegação.

Após o ocorrido, a Ponte Preta emitiu uma nota de repúdio e garantiu que vai colaborar com a investigação da polícia, para que todos envolvidos sejam punidos.

“A Associação Atlética Ponte Preta repudia veementemente a ação absurda de pessoas que atacaram o ônibus da equipe após o jogo da noite desta segunda-feira e, entre outras ações, quebraram o vidro do ônibus, cujos estilhaços causaram escoriações nos atletas e feriram o meia Locatelli. A Ponte acionou as autoridades, está disponibilizando todas as imagens para a polícia e vai colaborar e atuar para que os responsáveis sejam identificados e exemplarmente punidos nas formas da lei”, apontou a equipe de Campinas.

Alguns atletas também se manifestaram sobre o ataque. O meia Vinícius Locatelli, um dos feridos, mostrou sua insatisfação e ressaltou que isso não serve como motivação.

“Repudiamos veementemente as atitudes covardes que supostos ‘torcedores’ tiveram na saída do nosso ônibus após o jogo de hoje. Ameaçaram nossa integridade física e, diferentemente do que eles pensam, essa conduta não nos motiva. Exigimos respeito aos atletas e comissão da Ponte Preta, pois damos nosso melhor em prol do clube. Isso é inaceitável. Até quando teremos de lidar com ameaças absurdas no meio do futebol brasileiro? Basta!”, publicou o jogador.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.