Olimpíadas 2020

Saiba quanto faturam os atletas medalhistas nas Olimpíadas de Tóquio

Os prêmios em dinheiro são distribuídos pelos comitês olímpicos de cada país

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do Extra
Saiba quanto faturam os atletas medalhistas nas Olimpíadas de Tóquio
(Foto: Reuters/Issei Kato)

2 de agosto de 2021 - 12:08 - Atualizado em 2 de agosto de 2021 - 12:08

Além da medalha e da glória histórica em suas modalidades, os atletas que alcançaram o pódio nas Olimpíadas de Tóquio ainda devem receber prêmios em dinheiro de seus respectivos países.

Segundo o Extra, por exemplo, os atletas do pequeno país asiático Cingapura que levarem o ouro devem receber cerca de R$ 3,7 milhões do comitê olímpico nacional. Hong Kong, por sua vez, oferece R$ 3,3 milhões para cada representante seu que conquistar o ouro.

Atletas campeões do Cazaquistão, ex-república soviética, também devem faturar: R$ 1,2 milhão. Os imponentes EUA, no entanto, são mais modestos: pagam R$ 190 mil por cada ouro.

As Filipinas, sem tradição olímpica e com uma economia instável, vão pagar R$ 3,4 milhões à levantadora de peso Hidilyn Diaz, ganhadora da primeira medalha de ouro da história olímpica de seu país. Ainda estima-se que a atleta, que ficou conhecida como heroína nas Filipinas, deva garantir mais dinheiro em contratos publicitários.

Os atletas da Grã-Bretanha ganham uma premiação em forma de bolsa, recebendo R$ 255 mil de um fundo do governo e de impostos cobrados de loterias.

Atletas brasileiros

Como medalhista de prata e ouro, Rebeca deve faturar uma quantia maior que os demais atletas que garantirem apenas uma medalha (Foto: Reuters)

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) paga até R$ 250 mil para atletas que conquistam títulos em modalidades individuais. Ítalo Ferreira, brasileiro que subiu no lugar mais alto do pódio, deve embolsar este valor.

Medalhas de prata, como a da skatista Rayssa Leal, de 13 anos, rendem um prêmio de R$ 150 mil. As de bronze, como a dos nadadores Bruno Fratus e Fernando Scheffer, valem um prêmio de R$ 100 mil.

Como cada atleta pode faturar mais de um prêmio em dinheiro, caso conquiste mais de uma medalha, a ginasta Rebeca Andrade, que conquistou um ouro e uma prata, deve embolsar um dinheiro maior.

Em esportes coletivos, a premiação do comitê brasileiro não é individual. As equipes com até seis atletas que chegarem ao pódio olímpico devem dividir R$ 500 mil para ouro, R$ 300 mil para prata e R$ 200 mil para bronze. Em caso de equipes com mais de seis competidores, como o futebol e o vôlei, os valores mudam para R$ 750 milR$ 450 mil e R$ 300 mil, respectivamente.