Olimpíadas 2020

Japonesa é presa ao tentar apagar tocha olímpica com pistola d’água

O vídeo que mostra a ação da mulher foi gravado por seu namorado, que confirmou que o casal é contra a realização das Olimpíadas de Tóquio

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações da Reuters
Japonesa é presa ao tentar apagar tocha olímpica com pistola d’água
(Foto: Reprodução)

7 de julho de 2021 - 10:32 - Atualizado em 7 de julho de 2021 - 10:32

Uma japonesa de 53 anos foi presa após tentar apagar a tocha olímpica durante a passagem do símbolo nas ruas da cidade de Mito, na província de Ibaraki, a cerca de 100 quilômetros de Tóquio, no último domingo (4). Kayoko Takahashi usou uma pistola d’água e borrifou em um atleta que passava com a tocha nas mãos. A chama, no entanto, permaneceu intacta.

Um vídeo, gravado pelo namorado de Kayoko Takahashi, autora dos “disparos”, mostram a mulher esguichando o líquido em direção à tocha e gritando “apague o fogo da tocha! Sou contra as Olimpíadas de Tóquio!”. Takahashi foi imediatamente detida por um segurança que corria ao lado da tocha.

O namorado da mulher, Hotori Amano, de 17 anos, conversou com a Reuters na 3ª feira (6.jul) e disse não saber que a namorada carregava uma pistola d’água. Ele também contou que o casal é contra a realização das Olimpíadas de Tóquio, mas que eles foram assistir a passagem da tocha por gostarem de eventos festivos.

As Olimpíadas estão programadas para serem realizadas de 23 de julho a 8 de agosto.

Veja o vídeo:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.