Esportes

Odair trabalha psicológico do elenco do Fluminense de olho em ‘decisão’

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Odair trabalha psicológico do elenco do Fluminense de olho em ‘decisão’

23 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2020 - 00:00

Corrigir erros defensivos, ajustar a marcação no meio-campo e melhorar a criatividade da equipe para que ela volte a finalizar como nos primeiros jogos da temporada. Esses são alguns dos desafios do técnico Odair Hellmann no Fluminense. Porém, nada tem preocupado mais o treinador do que conseguir melhorar o aspecto psicológico do elenco, que ficou muito abalado após o empate sem gols com o Unión La Calera, no Chile, no meio de semana. O resultado custou a eliminação logo na primeira fase da Copa Sul-Americana, por conta do gol qualificado como visitante. Na ida, no Rio de Janeiro, os times empataram por 1 a 1.

No vestiário, após o jogo, o clima era de velório, com os mais jovens sentindo muito o que aconteceu. O silêncio tomou conta do retorno da delegação para o Rio de Janeiro. Porém, o que mais preocupa é que durante os primeiros treinos após a eliminação os atletas seguem abatidos.

“A verdade é que a nossa expectativa era cem por cento de classificação. O nosso pensamento é que aquilo não ia, não poderia acontecer. Ficou um sentimento horrível depois. Clima muito ruim. Sabemos que é do futebol, mas ficamos todos tristes, nós, torcedores, dirigentes, comissão técnica. Não temos como voltar atrás e isso ainda está pesando. Porém, precisamos olhar para os desafios do futuro,” chegou a afirmar o experiente lateral-esquerdo Egídio em uma entrevista coletiva na sexta-feira.

Odair Hellmann terá difícil missão de recuperar a boa fase do Fluminense (Foto: Divulgação/Mailson Santana)

A grande preocupação se deve ao fato de que na quarta-feira o Fluminense já tem outra decisão, pois estreia na Copa do Brasil medindo forças com o Moto Club às 21h30 (de Brasília), no Estádio Castelão, em São Luís (MA). Por ser o clube deste confronto com melhor posicionamento no Ranking da CBF, o Tricolor tem a vantagem do empate para se classificar. Porém, em caso de derrota, a eliminação vai gerar uma crise ainda maior.

O time para este duelo será decidido nos primeiros treinos da semana. No treinamento deste sábado, Odair sinalizou com alterações em relação à equipe que foi eliminada da Copa Sul-Americana. Marcos Paulo e Caio Paulista podem perder a vaga no ataque em favor de Wellington Silva e Fernando Pacheco.

Na defesa, o zagueiro Nino, que estava com a Seleção Brasileira no Pré-Olímpico, pode entrar no lugar de Luccas Claro.

Após as atividades deste sábado no CT Carlos Castilho, o elenco Tricolor ganhou folga neste domingo e volta a treinar somente na segunda-feira. Na terça, a delegação segue para São Luís do Maranhão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.