Esportes

“O Santos pode mais” é oficializada como primeira chapa das eleições de dezembro

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de novembro de 2020 - 12:19 - Atualizado em 13 de novembro de 2020 - 13:30

A primeira chapa que irá concorrer às eleições para a presidência do Santos foi oficializada nesta sexta-feira. Batizada de “O Santos pode mais”, o grupo traz Fernando Silva como candidato ao cargo, com Reinaldo Guerreiro para vice.

O pleito está marcado para o dia 12 de dezembro, e as chapas precisam ser oficializadas até 22 de novembro. Além de Fernando, outros sete pré-candidatos ainda podem entrar na disputa: Andrés Rueda, Daniel Curi, Esmeraldo Tarquínio, Milton Teixeira Filho, Ricardo Agostinho, Rodrigo Marino e Vagner Lombardi. Dificilmente todos estarão no páreo.

Cada concorrente precisa da assinatura de 240 sócios adimplentes e com cinco anos de filiação. E há negociação para alguns deles se juntarem. Oficialmente, porém, todos afirmam que vão até o fim.

Uma dúvida é Marcelo Teixeira. O atual presidente do Conselho Deliberativo avalia ser candidato. Pessoas próximas acreditam que só iria se outras chapas se juntassem a ele.

O presidente afastado, José Carlos Peres, e o presidente em exercício, Orlando Rollo, não participarão da disputa. Dentre os candidatos, Só Rueda esteve na briga em 2017 e foi o segundo, empatado com Modesto Roma.

Essa deve ser a primeira eleição do Santos com voto à distância. Os sócios terão o direito de se cadastrar para votar de suas casas. Presencialmente, o pleito ocorrerá na Vila Belmiro e na sede da Federação Paulista de Futebol, em São Paulo.