Futebol

Números mostram importância defensiva de Gustavo Henrique no Santos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Números mostram importância defensiva de Gustavo Henrique no Santos

28 de novembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 28 de novembro de 2019 - 00:00

Gustavo Henrique é um dos homens de confiança de Sampaoli (Foto: Ivan Storti/SFC)

Um dos pilares do Santos na temporada, Gustavo Henrique recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Cruzeiro e cumprirá suspensão diante do Fortaleza, em embate programado para esta quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), no Castelão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A tendência é que o time de Jorge Sampaoli sinta falta do zagueiro, conforme os números mostram.

Com 52 partidas disputadas na temporada, Gustavo Henrique é o terceiro jogador mais utilizado pelo treinador argentino, atrás apenas de Pituca (54) e Carlos Sánchez (53). O Peixe acumulou 29 vitórias, 13 empates e 10 derrotas (64% de aproveitamento) quando o camisa 6 esteve em campo.

Defensivamente, o Santos sofreu 42 gols (média de 0,8 por jogo) nos jogos que o zagueiro participou. A equipe, inclusive, tem a terceira melhor defesa do Campeonato Brasileiro e a menor média do clube na estatística neste século.

Sem Gustavo Henrique, o desempenho cai de forma substancial, principalmente na retaguarda. Nos oito jogos que Sampaoli não contou com o zagueiro, o time obteve quatro vitórias, um empate e três derrotas (54% de aproveitamento), com 10 gols sofridos (média de 1,25 por jogo).

O Santos, entretanto, pode perder o defensor para o ano que vem. Com contrato até janeiro de 2020, o jogador ainda não chegou a um acordo pela renovação e o desfecho mais provável é a saída do clube.

Veja os números com e sem Gustavo Henrique na temporada:

Com Gustavo Henrique:

52 jogos (64% de aproveitamento)
29 vitórias
13 empates
10 derrotas
42 gols sofridos (média de 0,8 por jogo)

Sem Gustavo Henrique:

8 jogos (54% de aproveitamento)
4 vitórias
1 empate
3 derrotas
10 gols sofridos (média de 1,25 por jogo)