Esportes

No retorno da torcida, Coritiba vence o Guarani por 1 a 0 e segue na liderança isolada da Série B

Lateral-esquerdo Guilherme Biro, aos 28 minutos do primeiro tempo, marca o gol da vitória que deixa o Coxa ainda mais perto do acesso, e faz a festa da torcida no retorno ao Couto Pereira. Bugre perde um pênalti no final da partida

Guilherme
Guilherme Almeida
No retorno da torcida, Coritiba vence o Guarani por 1 a 0 e segue na liderança isolada da Série B
Jogadores do Coxa comemoram o gol de Guilherme Biro (Foto: Reprodução/Coritiba)

25 de setembro de 2021 - 23:02 - Atualizado em 25 de setembro de 2021 - 23:04

Na noite deste sábado (25), Coritiba e Guarani se enfrentaram, no Estádio Couto Pereira, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

A torcida presente no Couto Pereira, que voltou a estar presente no estádio após mais de 18 meses, teve uma noite de fortes emoções. Foi de euforia à tensão, mas saiu alegre com mais um triunfo do Coxa na Série B. Guilherme Biro, aos 28 minutos do primeiro tempo, fez o gol do Verdão, que ainda viu o Bugre perder um pênalti, no final da partida, mas saiu de campo com os três pontos e cada vez mais perto do acesso à Série A.

Com o resultado, o Coritiba se isola ainda mais na liderança da competição, agora com 52 pontos. No momento, são sete de diferença para o Goiás, que perdeu na rodada; e oito para o Botafogo, que ainda joga amanhã. O Coxa precisa de mais 12 pontos para alcançar o número mágico para o acesso. Já o Guarani, vê chegar ao fim à sequência de cinco jogos invicto, e cai para o sexto lugar, com 41 pontos.

Na próxima rodada, a 27ª da competição, o Coritiba volta a atuar no Couto Pereira, desta vez contra o Confiança, na terça-feira (28), às 21h30. Já o Guarani, recebe o Cruzeiro, no Brinco de Ouro, na quarta-feira (29), às 19h.

CORITIBA 1 X 0 GUARANI

Empurrado pela torcida, o Coritiba começou a partida pressionando a saída de bola do Guarani, que errava muitos passes. A primeira chance de gol, entretanto, foi do time campineiro. Aos dez, Júlio César arriscou uma bomba de longe. A bola explodiu no peito de Wilson.

Júlio César voltou a assustar o Coxa aos 18 minutos. Ele aproveitou corte errada da defesa e finalizou. A bola foi à esquerda de Wilson.

O Coxa demorou param assustar, mas quando o fez, abriu o placar. Aos 28, Val cobrou falta rasteiro, com força. Rafael Martins espalmou para o meio da área, nos pés de Guilherme Biro, que com o gol aberto, só teve o trabalho de empurrar a bola para o barbante e levar à torcida coxa-branca ao delírio.

Após o gol, o Coritiba passou a controlar a controlar mais a partida, ao contrário do Guarani, que sentiu o golpe e não conseguiu mais assustar. O Coxa ainda teve mais uma boa chance aos 37, com Robinho, que finalizou de longe, no canto esquerdo. Rafael Martins se esticou e defendeu em dois tempos.

O segundo tempo começou da maneira como terminou o primeiro, com o Coxa pressionando o Guarani e tendo mais a posse de bola. As chances, no entanto, eram raras. A primeira delas foi ocorrer só aos 17. Guilherme Biro fez o cruzamento na medida para Igor Paixão, que ganhou da defesa e cabeceou, obrigando Rafael Martins a espalmar para escanteio.

O Guarani respondeu aos 21. Bruno Sávio descolou ótimo passe para Bidu, que livre, dentro da área, mandou uma bomba. Wilson pulou e fez uma defesa de puro reflexo para salvar a vantagem do Coritiba.

O Coxa controlava bem a pressão do Bugre, e parecia que o jogo estava decidido. No entanto, aos 41 minutos, o VAR assinalou pênalti após falta de Waguininho em Bruno Silva. Régis foi para a cobrança e mandou uma bomba, mas a bola explodiu no travessão. No rebote, Lucão do Break finalizou e Wilson fez outra grande defesa, mas a arbitragem havia assinalado impedimento.

Era o que faltava para a torcida presente no Couto Pereira ir ao delírio com o final de jogo, e mais uma vitória do Coritiba na Série B, que deixa o Coxa cada vez mais perto do acesso à Série A.

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro – Série B
26ª rodada

Coritiba: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Matheus Sales, Val (Jhony Douglas 2ºT/34″) e Robinho (Gustavo Bochecha 2ºT/34″); Rafinha (Waguininho 2ºT/12″), Igor Paixão (Gui Azevedo 2ºT/47″) e Léo Gamalho (Wellington Carvalho 2ºT/47″)
Técnico: Gustavo Morínigo
Gols: Guilherme Biro (1ºT/28″)
Cartões amarelos: Gustavo Morínigo (1ºT/23″); Robinho (1ºT/30″)

Guarani: Rafael Martins, Mateus Ludke, Thales (Carlão 2ºT/22″), Ronaldo Alves (Lucão do Break 2ºT/35″) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Índio 2ºT/16″) e Régis; Bruno Sávio (Renanzinho 2ºT/35″), Júlio César e Júnior Todinho (Andrigo 2ºT/16″)
Técnico: Daniel Paulista
Cartões amarelos: Bruno Sávio (2ºT/07″); Índio (2ºT/29″)

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 25/09/2021
Horário:
 21h
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)