Esportes

No Japão, seleção feminina de vôlei se recupera e volta a vencer na Copa do Mundo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

23 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 23 de setembro de 2019 - 00:00

Um dia depois da derrota em cinco sets para a China, a seleção brasileira feminina de vôlei se recuperou na Copa do Mundo, que está sendo disputada no Japão, e venceu nesta segunda-feira a República Dominicana por 3 sets a 1 – com parciais de 25/16, 23/25, 25/19 e 25/22 -, pela sétima rodada, na cidade de Sapporo. A ponteira Gabi se destacou no confronto e foi a maior pontuadora, com 21 acertos.

Na classificação geral, o Brasil segue em sexto lugar, com 12 pontos (quatro vitórias e três derrotas). A China, que venceu os Estados Unidos por 3 sets a 0, é a única equipe invicta e lidera a competição, com 20. As norte-americanas estão em segundo, com 17 pontos, a Holanda em terceiro, com 16, a Rússia em quinto, com 13, e a Sérvia em sexto, com 12, mas com um saldo de sets melhor do que as brasileiras.

O time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães volta à quadra nesta terça-feira, às 7h20 (de Brasília), contra o Japão, pela oitava rodada – são 11 no total. Será o terceiro e último jogo em Sapporo. Os três últimos duelos pela Copa do Mundo (contra Camarões, Coreia do Sul e Rússia) serão na cidade de Osaka.

Além de Gabi, a oposta Lorenne, com 18 acertos, se destacou na partida pela seleção brasileira, que começou o jogo com Macris, Lorenne, Amanda, Gabi, Mara e Bia, além da líbero Leia. Ainda entraram Roberta, Sheilla, Fabiana e Drussyla. Pelo lado da República Dominicana, a oposta Martinez foi quem mais pontuou, com 19 pontos.

Lorenne elogiou a postura do grupo. “Foi uma boa vitória. O jogo de hoje (segunda-feira) foi entre duas equipes que se conhecem bem e nossas partidas contra a República Dominicana são sempre equilibradas. Nosso saque funcionou e conseguimos quebrar o passe das dominicanas. Também gostei da atitude do time. A Copa do Mundo é uma competição longa e cada jogo é uma decisão. Agora vamos pensar no duelo contra o Japão”, disse.

Zé Roberto Guimarães falou da dificuldade de enfrentar a República Dominicana e destacou a importância do resultado. “Fiquei feliz pela vitória. Sabíamos que seria uma partida difícil como tem sido todas contra a República Dominicana. Nosso time tem evoluído a cada jogo e se apresentou bem em alguns fundamentos. Estava preocupado com esse jogo porque ontem tivemos uma partida de cinco sets contra a China”, comentou o técnico, que ainda comentou sobre o duelo contra o Japão.

“Agora vamos pensar no jogo contra o Japão que fez uma excelente partida diante dos Estados Unidos e valorizou cada ponto. Jogar contra o Japão é sempre muito complicado pelo sistema defensivo, pela habilidade das jogadoras japonesas, e a agressividade que elas têm no saque. Vamos nos preparar para mais um jogo difícil”, completou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.