Esportes

Nikão se isola como o maior artilheiro do Athletico na história da Copa Sul-Americana

Destaque da vitória contra o Peñarol com um gol e uma assistência, Nikão se isola na artilharia do clube na competição, agora com oito gols

Guilherme
Guilherme Almeida
Nikão se isola como o maior artilheiro do Athletico na história da Copa Sul-Americana
Nikão abraça David Terans após marcar contra o Peñarol (Foto: Gustavo Oliveira/Athletico)

1 de outubro de 2021 - 16:40 - Atualizado em 1 de outubro de 2021 - 16:40

O meia Nikão segue escrevendo seu nome na história do Athletico. Destaque da vitória por 2 a 0 contra o Peñarol, com um gol e uma assistência que ajudaram o Furacão a avançar à final da Copa Sul-Americana, o jogador também colecionou mais um recorde pessoal. Ele se isolou ainda mais na artilharia do clube na história da competição.

Até o início da atual edição da competição, Nikão dividia o posto de maior artilheiro com o atacante Pablo, atualmente no São Paulo, que havia sido o artilheiro em 2018, no título daquela edição. Entretanto, com os três gols marcados em 2021, o meia se isolou na artilharia do Furacão.

Após o jogo contra os uruguaios, em entrevista coletiva, Nikão valorizou todos os anos em que está no clube, e se emocionou ao comentar sobre o que o Athletico representa em sua vida.

“Para mim representa algo que foi construído desde o início, sete anos atrás, quando cheguei aqui. Desacreditado, muitos fizeram chacota comigo, mas eu sempre aprendi na minha vida que nada resiste ao trabalho. Entendi o meu propósito e construí a minha trajetória nesse grande clube. Minha gratidão será eterna. Somente enaltecer a todos, desde o meu começo até hoje”.

Considerado por muitos torcedores como o maior ídolo da história do Athletico, Nikão ainda parece não se dar conta da importância que tem para o clube. Para ele, o momento é de trabalhar ainda mais para conquistar coisas ainda maiores.

“Muito feliz em chegar a mais uma final por esse clube, pelo qual tenho um carinho muito grande. A gente só vai entender o que estamos vivendo depois. O que nós estamos construindo dentro do clube. Eu, o Thiago e o Santos, que estamos aqui há muito tempo. Esse clube é muito grande e vai ser maior ainda. Temos grandes coisas para fazer até o final da temporada”.

Na grande final da Copa Sul-Americana, o Athletico irá encarar o Red Bull Bragantino, dia 20 de novembro, no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Antes, porém, o Furacão volta às atenções à disputa da Série A. no domingo (03), encara o Flamengo, pela 23ª rodada da competição.