Esportes

Neymar chama rival de “babaca” e se arrepende de “não ter dado na cara”

Gazeta
Gazeta Esportiva
Neymar chama rival de “babaca” e se arrepende de “não ter dado na cara”
(Foto: REUTERS/Christian Hartmann)

13 de setembro de 2020 - 19:12 - Atualizado em 14 de setembro de 2020 - 08:05

Após ser expulso na derrota do Paris Saint-Germain para o Olympique de Marselha, Neymar utilizou seu Twitter para se pronunciar sobre a confusão que culminou em sua expulsão. A publicação do craque brasileiro foi direcionada ao zagueiro Álvaro González, que foi acusado pelos jogadores do PSG de ter sido racista durante o jogo.

“Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca”, disparou Neymar.

Pouco menos de uma hora depois da primeira publicação, Neymar voltou ao seu Twitter para comentar novamente sobre o episódio. Dessa vez, o camisa 10 do PSG apontou qual teria sido a ofensa de González, afirmando que o argentino é “racista”.

A primeira confusão aconteceu no final do primeiro tempo, envolvendo o zagueiro espanhol do Olympique e também o argentino Di Maria, Neymar protestou com a arbitragem de uma possível ofensa racista do adversário. “Racismo não”, dizia o brasileiro.

Já no fim da partida, Neymar recebeu o cartão vermelho após dar um tapa na parte de trás da cabeça de González.