Esportes

Negociação avança, e Tchê Tchê deve ser emprestado pelo São Paulo ao Atlético-MG

Gazeta
Gazeta Esportiva

3 de abril de 2021 - 16:46 - Atualizado em 3 de abril de 2021 - 17:00

Após indicação do técnico Cuca, o Atlético-MG procurou o São Paulo por Tchê Tchê, demonstrando interesse na contratação do jogador de 28 anos. As conversas entre as duas partes avançaram desde sexta-feira, e a tendência é que o volante seja emprestado ao Galo até o final de 2021.

Pessoas envolvidas na negociação acreditam que o acordo deve ser selado até segunda-feira. Precisando aliviar a folha salarial, o Tricolor vê com bons olhos a saída do meio-campista, visto que o elenco já possui diversas opções para o setor. O Atlético-MG topa pagar os vencimentos do jogador na íntegra.

O São Paulo tem uma dívida de cerca de 3,25 milhões de euros (aproximadamente R$ 22 milhões) com o Dynamo de Kiev, referente à chegada de Tchê Tchê ao Tricolor, ainda em 2019. A diretoria de futebol do clube está em contato com os ucranianos em busca de um acordo, procurando evitar uma possível sanção da Fifa.

Logo após Cuca ter sido contratado pelo São Paulo, o técnico pediu a contratação de Tchê Tchê à diretoria, sendo um admirador do seu futebol e de sua versatilidade. O treinador já havia comandado o volante no Palmeiras em 2016, quando o Alviverde conquistou o Brasileirão.

Desde que chegou ao Tricolor, Tchê Tchê disputou 98 partidas pelo clube do Morumbi, tendo marcado seis gols. No ano passado, o jogador esteve no centro de uma polêmica envolvendo o técnico Fernando Diniz, que utilizou palavras de baixo calão, como “mascaradinho, perninha, ingrato”, para repreender o volante durante a derrota para o Red Bull Bragantino.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.