Botafogo

“Não sou apenas um funcionário, sou um parceiro”, declara Honda, do Botafogo

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de novembro de 2020 - 13:53 - Atualizado em 29 de novembro de 2020 - 15:00

Honda voltou a manifestar publicamente, após mostrar insatisfação com o momento do Botafogo. Um dia depois de dizer que começava a pensar em sair do clube, o meia japonês destacou que se considera além de um funcionário.

“Não estou arrependido do que disse. Porque é importante para mim. Não sou apenas um funcionário, sou um parceiro. Então, eu tenho de saber de tudo. E você deve saber de tudo”, postou Honda, na noite de sábado.

Na sexta-feira, dia em que o Botafogo anunciou a saída de Ramón Díaz e a chegada de Eduardo Barroca, Honda desabafou no Twitter e declarou que começaria a pensar em deixar o clube.

“Inacreditável. Vou começar a pensar em ir embora se eles não me convencerem em alguns dias”, ameaçou Honda.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.