Bastidores

Nacional entra na Fifa contra o Palmeiras por cláusula no contrato de Viña

Na primeira negociação, para a chegada de Viña, os dois clubes já haviam se desentendido, mas chegaram a um acordo e parcelaram em três vezes o valor de 3,5 milhões de euros.

Gazeta
Gazeta Esportiva
Nacional entra na Fifa contra o Palmeiras por cláusula no contrato de Viña
Jogador está no Palmeiras desde o ano passado (Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras)

8 de abril de 2021 - 13:18 - Atualizado em 8 de abril de 2021 - 14:47

O Nacional, do Uruguai, entrou na Fifa com uma reclamação relacionada à compra de Matías Viña por parte do Palmeiras. Os dois clubes acordaram que seria realizada a aquisição de 7,5% dos direitos do atleta, entretanto, estão num impasse em relação ao prazo de pagamento, segundo apuração do Globo Esporte.

Esta nova operação do Verdão estava prevista em uma das cláusulas do contrato, que previa a compra desta porcentagem dos direitos do jogador caso ele atingisse 33 partidas pelo clube paulista. E o alviverde já comunicou os uruguaios que irá oficializar a operação, mas solicita que seja feito um parcelamento.

Cesar Greco

Entretanto, o Nacional procurou primeiramente a Fifa para depois propor um parcelamento ao Palmeiras. Desta forma, o Palestra pode esperar o processo na entidade máxima no futebol, sem que corra qualquer risco de punição. Mesmo assim, o clube paulista se mostrou surpreso com a postura dos uruguaios, uma vez que nunca deu a entender que não cumpriria o acordo.

Na primeira negociação, para a chegada de Viña, os dois clubes já haviam se desentendido, mas chegaram a um acordo e parcelaram em três vezes o valor de 3,5 milhões de euros.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.