América-MG

Na reestreia de Willian, Corinthians empata com o América-MG na Neo Química Arena

Gazeta
Gazeta Esportiva

19 de setembro de 2021 - 20:08 - Atualizado em 19 de setembro de 2021 - 20:30

A reestreia de Willian pelo Corinthians não foi do jeito que o torcedor imaginava. Neste domingo, o Timão saiu atrás no placar, mas buscou o empate em 1 a 1 com o América-MG, na Neo Química Arena, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Coelho surpreendeu foi superior nos primeiros minutos do confronto, criando boas chances. Em uma delas, Willian não acompanhou Marlon, que entrou na área e aproveitou cruzamento de Zárate para bater de primeira e balançar a rede de Cássio aos seis minutos. O Timão buscou o empate com Giuliano aos 16, depois de boa jogada de Gabriel Pereira e Willian e finalizações de Jô e Róger Guedes defendidas por Matheus Cavichioli.

Após o tento, o time de Sylvinho passou a ter as melhores oportunidades, mas parou nas boas defesas de Cavichioli. No primeiro tempo, Gabriel chegou a acertar o travessão. Já na segunda etapa, Giuliano desperdiçou boa chance mandando para fora, enquanto Renato Augusto, que substituiu Willian, acertou a trave.

Com o resultado, o Timão segue na sexta posição do Brasileirão, com 30 pontos. Acontece que o clube do Parque São Jorge tem um jogo a mais do que o Internacional, que tem 29 pontos e é o sétimo colocado. O América, por sua vez, abre a zona de rebaixamento, com 22 pontos em 20 partidas.

O América-MG volta a campo na quarta-feira para enfrentar o São Paulo, às 20h30 (de Brasília), no Morumbi, em partida atrasada válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Corinthians recebe o Palmeiras no sábado, às 19 horas, na Neo Química Arena.

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, o América-MG não teve dificuldade para levar perigo ao gol do Corinthians. Desde o início da partida, o Coelho contou com uma boa marcação na saída de bola e com Mauro Zárate levando a melhor sobre Gabriel para criar as principais oportunidades.

Logo no primeiro minuto, Zárate fez bom lançamento para Juninho, que ajeitou de cabeça para Ribamar. Livre dentro da área, o atacante tentou bater de primeira e mandou para fora.

Pouco depois, Juninho interceptou passe de Jô na intermediária e encontrou Zárate. O argentino tocou de primeira para Lucas Kal, que teve espaço para finalizar de longe e exigir boa defesa de Cássio.

Não demorou para os visitantes abrirem o placar. Aos seis minutos, Zárate avançou pela direita, fintou Gabriel com facilidade e cruzou na medida para o lateral-esquerdo Marlon, que não foi acompanhado por Willian e chegou batendo de canhota na pequena área para superar Cássio.

Apesar da vantagem, o América seguiu pressionando. Ribamar teve nova chance de marcar, dessa vez após receber grande lançamento de Ademir, mas parou em outra boa defesa de Cássio, que impediu o toque por cobertura.

Na primeira vez que chegou ao ataque com perigo, o Corinthians balançou a rede adversária. Aos 16 minutos, Gabriel Pereira roubou a bola no campo de defesa e recebeu em velocidade no ataque. O garoto avançou pela direita e encontrou Willian dentro da área, que cruzou de primeira para a marca do pênalti, onde Róger Guedes dominou e bateu de pé direito. Matheus Cavichioli defendeu, e Jô pegou o rebote na pequena área, mas o goleiro fez outra grande intervenção. Em nova sobra, Jô ajeitou para Giuliano, que finalizou rasteiro no canto direito da meta americana para empatar.

Com o empate, o confronto ficou mais equilibrado, com as duas equipes criando boas oportunidades. O América chegou duas vezes com Ademir, mas o meia-atacante parou em Cássio na tentativa mais perigosa (na outra chutou de longe e mandou para fora.

Já o Corinthians respondeu com Róger Guedes, que fez boa jogada pela esquerda, levou para o meio e finalizou cruzado, mas viu Cavichioli realizar outra bela defesa. Na sequência do lance, Gabriel ficou com a sobra fora da área após cobrança de escanteio e acertou o travessão.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o América passou a ficar mais com a bola, enquanto o Corinthians apostou em contra-ataques. O Timão melhorou, enquanto o Coelho teve dificuldade para superar a marcação alvinegra.

As melhores chegadas foram dos donos da casa. Após grande jogada de Róger Guedes, Giuliano quase virou o placar ao invadir a área e finalizar, tirando tinta da trave direita de Cavichioli e desperdiçando enorme oportunidade. O meia voltou a levar perigo depois de alguns minutos, quando avançou pelo meio, cortou a marcação e bateu colocado, mas fraco.

Em sua 250ª partida pelo Corinthians, Jô fez bons pivôs para Giuliano entrar na área, mas pecou na hora de arrematar. O centroavante aproveitou toque de cabeça de Fábio Santos e ganhou da marcação no corpo, mas bateu fraco em cima de Matheus Cavichioli.

Renato Augusto ficou cerca de 30 minutos em campo, substituindo Willian, mas teve tempo suficiente para criar uma boa chance. Primeiro, o camisa 8 recebeu na entrada da área, fez o pivô e acertou a trave direita do América.

A última grande chegada do Corinthians foi com Giuliano. Após desvio de Jô, o meia cabeceou na pequena área, mas Matheus Cavichioli fez mais uma linda defesa para manter o empate até o fim.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 1 AMÉRICA-MG

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Data: Domingo, 19 de setembro de 2021

Hora: 18h15 (de Brasília)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e Jose Reinaldo Nascimento Junior (ambos do DF)

VAR: Wagner Reway (VAR-Fifa / PB)

Cartões amarelos: Gabriel (Corinthians)

GOLS:

CORINTHIANS: Giuliano, aos 16 minutos do 1ºT

AMÉRICA-MG: Marlon, aos seis minutos do 1ºT

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel; Willian (Renato Augusto), Gabriel Pereira (Gustavo Mosquito), Giuliano (Luan) e Róger Guedes; Jô.

Técnico: Sylvinho

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Patric, Anderson, Ricardo Silva e Marlon (Alan Ruschel); Lucas Kal (Zé Ricardo), Juninho e Alê; Mauro Zárate (Yan Sasse), Ademir e Ribamar (Rodolfo).

Técnico: Vagner Mancini