Campeonato Paulista

MPSP aponta avanço no protocolo de retomada do Paulistão e envia ofício ao Governo de São Paulo

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de abril de 2021 - 22:46 - Atualizado em 8 de abril de 2021 - 23:30

O Paulistão está perto de ser retomado. Nesta quinta-feira, o Ministério Público de São Paulo enviou um ofício ao governador João Doria informando sobre a manifestação do coordenador do Grupo Trabalho de Enfrentamento à Covid-19 do MPSP sobre o protocolo de retomada das atividades de futebol da Série A1 do Campeonato Paulista, que foi apresentado pela Federação Paulista de Futebol.

O comunicado foi emitido pelo procurador-geral de Justiça, Mario Sarrubbo, que entende tratar-se de “um avanço positivo diante do contexto que se revelava quando da edição do Decreto de 11 de março”, que estabeleceu a fase emergencial em todo o Estado.

Ainda segundo o procurador, o novo protocolo da FPF foi discutido em diversas reuniões realizadas nas últimas semanas com representantes da Procuradoria-Geral de Justiça e do Comitê de Crise da Covid-19.

O Paulistão está paralisado desde o dia 15 de março, depois de ser decretada a Fase Emergencial do plano contra o avanço da covid-19 no Estado se São Paulo. A princípio, o torneio ficaria suspenso até o dia 30 de março, mas o prazo foi estendido até 11 de abril.

A Federação Paulista até tentou contar a situação para que o campeonato continuasse neste período. Mas, o máximo que a entidade conseguiu foi levar dois jogos para o Rio de Janeiro (Corinthians x Mirassol e Palmeiras x São Bento).

Confira a nota do MPSP na íntegra:

Nesta quinta-feira (8/4), o procurador-geral de Justiça, Mario Sarrubbo, encaminhou ofício ao governador João Doria, informando sobre a manifestação do coordenador do Grupo Trabalho de Enfrentamento à Covid-9 do MPSP sobre o protocolo de retomada das atividades de futebol da série A1 do Campeonato Paulista, que foi apresentado pela Federação Paulista de Futebol. Sarrubbo anotou tratar-se de “um avanço positivo diante do contexto que se revelava quando da edição do Decreto de 11 de março”, que estabeleceu a fase emergencial em todo o Estado.

O novo protocolo da FPF, discutido com representantes da Procuradoria-Geral de Justiça e do grupo de trabalho, é “produto de diálogo estabelecido entre esta Instituição e a Federação Paulista de Futebol, em várias reuniões realizadas durante as últimas semanas”. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.