Esportes

Morínigo destaca lesões e falta de confiança como principais problemas no Coritiba

Treinador falou como passou pela Covid-19, lesões dos jogadores e falta de confiança da equipe

Mariana
Mariana Becker
Morínigo destaca lesões e falta de confiança como principais problemas no Coritiba
(Créditos: Divulgação/Coritiba)

29 de janeiro de 2021 - 13:20 - Atualizado em 29 de janeiro de 2021 - 13:20

O técnico Gustavo Morínigo chegou no Coritiba no começo de janeiro e comandou a equipe à beira do campo somente em uma partida, na vitória contra o Vasco. No retorno Morínigo e toda a comissão técnica que chegou com ele testou positivo para a Covid-19.

O novo treinador comentou sobre a doeça e também como dirigiu a equipe nas duas partidas em que não pode estar presencialmente.

“Foi bem graças a Deus, não tive muitos sintomas. O mais difícil foi ficar fora, não estar nos treinamentos e nas partidas presencialmente, porque sim, continuamos trabalhando no dia a dia com os jogadores do nosso isolamento, junto com toda a equipe técnica.”

Sem Morínigo, o Coritiba levou o empate do Fluminense no final do jogo e também empatou com São Paulo em 1 a 1. Treinador viu como bons resultados, mas não como gostaria.

“Muito difícil comandar de dentro de um quarto com um computador, é complicado. Mas creio que foi um bom trabalho, tivemos oportunidades de ganhar e fizemos uma boa partida também contra o São Paulo, lamentavelmente não conseguimos o resultado que queríamos, mas estamos em crescimento.”

O técnico ainda comentou sobre os vários probelmas de lesões e desflaques que tem passado os jogadores do Verdão. Elogiou os jovens que tiveram oportunidade, mas concordou que não era a força máxima da equipe.

“O principal problema que tivemos desde que chegamos são os jogadores lesionados, quase nunca tivemos 100% de todos os jogadores nas posições, então demos oportunidades há alguns jogadores. Biro, Luizinho, Bueno e Fogaça foram muito bem, mas não foi todo o nosso potêncial. Agora estamos em outra etapa, montar uma boa equipe e claro, ganhar.”

Coritiba terá o retorno de Robson para a partida contra o Grêmio, Cerutti já voltou aos treinamentos, mas ainda seá avaliado pela comissão técnica. O zagueiro Rhodolfo permanece em fase de transição, além disso, Sabino, Guilherme Biro e Robinho, com Covid-19, ainda cumprem isolamento.

Para finalizar, Morínigo falou sobre o próximo confronto, mas salientou que o principal problema são eles mesmos e a falta de confiança que vão conseguir sair da zona de rebaixamento.

“Nós temos que nos preparar para nós estarmos bem, não é o rival o problema, somos nós mesmos. Acredito que isso vem acontecendo há muito tempo aqui, essa falta de convicção e de acreditar um pouco que sim, podemos virar, é o que mais afeta esse grupo. Primeiro temos que ganhar de nós mesmo, ganhar em confiança, ganhar em força e sair para jogar contra quem for.”

O Verdão está no penúltimo lugar na tabela com 27 pontos, oito a menos que o Bahia, primeiro time fora da ZR e precisa vencer para continuar brigando pela permanência na elite da competição nacional.

O próximo confronto da equipe Coxa-branca é contra o Grêmio, no domingo (31), às 16h, no Couto Pereira. Partida é válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.