América-MG

Moacir Júnior diz que Botafogo-SP foi prejudicado pela arbitragem e faz cobrança à CBF

Gazeta
Gazeta Esportiva

18 de janeiro de 2021 - 13:08 - Atualizado em 18 de janeiro de 2021 - 13:30

A arbitragem do empate por 1 a 1 do Botafogo-SP com o América-MG na partida de sexta-feira revoltou os representantes do clube paulista. Em entrevista coletiva divulgada nesta segunda-feira, o treinador do clube de Ribeirão Preto, Moacir Júnior, contestou o pênalti assinalado em Neto Berola, no final do confronto.

“Depois de toda a análise, recebi inúmeras ligações de treinadores da Série A e outra pessoas do futebol dizendo que, se aquela proteção de bola for pênalti, toda vez que tiver proteção de bola para linha de fundo ou lateral, vai ter que dar falta. Queria que houvesse análise mais profunda da comissão de arbitragem”, declarou.

O treinador ainda questionou a escolha de Diego Pombo Lopez para apitar o jogo e confirmou que o Botafogo-SP tentará medidas jurídicas para contestar a partida.

“Tem que haver mais coerência. Um árbitro baiano (escalado) sendo que há um clube da Bahia (Vitória) envolvido na disputa pela permanência é uma coincidência muito grande. O Botafogo vai tomar suas providências jurídicas e diretiva. O que queremos é que não seja nada extra ao jogo. Espero que nos próximos jogos não ocorra um erro tão grotesco como foi contra o América-MG”, completou.

Com o empate, o Botafogo-SP fica na 19ª posição, com 34 pontos. Citado por Moacir Júnior, o Vitória é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento, com 39.

Confira a entrevista na íntegra:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.